Cilic perde match point e cai na estreia em Budapeste; Demoliner perde nas duplas


Principal cabeça de chave do Torneio de Budapeste, Marin Cilic desperdiçou um match point e acabou sendo eliminado pelo uruguaio Pablo Cuevas nesta quinta-feira já em sua estreia no ATP 250 realizado em quadras de saibro na Hungria. Atual 11º tenista do ranking mundial, o tenista croata sucumbiu diante do rival sul-americano após uma longa batalha de 3h12min, na qual foi derrotado por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 5/7, 7/6 (8/6) e 7/6 (7/3).

Cilic teve a bola do jogo quando liderava em 6/5 o tie-break da segunda parcial, mas o atual 73º colocado da ATP e especialista em saibro conseguiu se salvar e foi buscar uma surpreendente virada. E o triunfo só foi garantido por meio de um novo desempate no tie-break do set derradeiro.

Os números deste jogo evidenciam o quão amarga foi essa derrota para o favorito, que quebrou o saque do uruguaio por cinco vezes, contra quatro do seu adversário. Porém, o croata fracassou nos momentos decisivos e viu o seu rival avançar às quartas de final na Hungria.

Com o triunfo expressivo, Cuevas se credenciou para encarar nesta próxima fase o italiano Matteo Berrettini, que em outro duelo do dia eliminou o esloveno Aljaz Bedene com parciais de 7/6 (10/8) e 6/2. E o uruguaio foi o responsável também por ampliar a má fase de Cilic, que anteriormente havia sido batido na abertura de suas campanhas nos Masters 1000 de Miami e de Montecarlo.

E se Cilic voltou a cair cedo, o seu compatriota Borna Coric confirmou a condição de segundo cabeça de chave em sua estreia em Budapeste ao superar o holandês Robin Haase por 2 sets a 1, com 6/3, 4/6 e 6/4. O próximo rival do croata será o sérvio Filip Krajinovic, que na segunda rodada passou pelo moldávio Radu Albot por 7/5 e 6/4.

DEMOLINER CAI NAS DUPLAS – Único brasileiro em ação em Budapeste, Marcelo Demoliner foi eliminado da chave de duplas da competição nesta quinta-feira. Atuando ao lado do indiano Divij Sharan, ele foi superado pela parceria formada pelos irmãos britânicos Ken e Neal Skupski por 2 sets a 1, com 7/6 (8/6), 5/7 e 10/7.

O confronto, válido pela segunda rodada, valia uma vaga nas semifinais desta disputa na Hungria. Na semana passada, Demoliner também foi eliminado nas quartas de final do Masters 1000 de Montecarlo.

Naquela ocasião, porém, o brasileiro nem sequer teve chance de entrar em quadra para lutar por um lugar na fase seguinte, pois o russo Daniil Medvedev, seu parceiro na competição, desistiu de jogar em razão do desgaste físico. Isso pelo fato de que, pouco antes disso, superou o sérvio Novak Djokovic, líder do ranking, por 2 sets a 1, em uma partida de mais de duas horas de duração pela chave de simples do torneio.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!