Calor atrapalha desempenho de atleta de Americana na São Silvestre

Gustavo Pereira completou corrida com tempo dois minutos mais lento do que na prova de 2016


O corredor de Americana, Gustavo Pereira, não conseguiu superar sua marca na Corrida Internacional de São Silvestre e ficou abaixo da colocação obtida em 2016, quando terminou a prova em 31º lugar com o tempo de 50min02s.

Mesmo que sua colocação oficial ainda não tenha sido divulgada pela organização, o seu tempo de prova na última segunda-feira – 52 minutos – não o qualificaria para estar entre os 30 primeiros corredores a cruzar a linha de chegada. “Acredito ter ficado entre a 35ª e a 40ª colocação”, disse ao LIBERAL na tarde desta terça-feira, lamentando a posição. “Estava muito calor e não consegui fazer o que queria”.

Foto: Arquivo / O Liberal
Gustavo deve participar agora de de maratonas

Embalado pelos bons resultados obtidos ao longo de 2018, Gustavo foi otimista para São Paulo. No mês anterior à corrida, ele treinou forte e se preparou com foco exclusivo na São Silvestre, que acabou sendo vencida pelo etíope Belay Bezabeh. O brasileiro melhor colocado na corrida foi Giovani dos Santos, na oitava colocação.

O corredor de Americana largou no pelotão de elite. O objetivo era conquistar sua melhor posição na principal corrida de rua do País, repetindo o bom desempenho obtido em outras competições. Ter ficado abaixo não o desestimulou. “De forma alguma. Vou seguir em frente”.

O corredor de 28 anos é considerado um dos melhores atletas de rua de Americana. No ano passado, conseguiu resultados importantes em provas expressivas. Ele obteve a quinta colocação geral na Maratona Internacional de Foz do Iguaçu (PR) e na Meia Maratona da Cidade do Rio de Janeiro, subindo ao pódio nas duas ocasiões. Mesmo sem superar sua marca na São Silvestre, o jovem americanense não perde o foco.

Gustavo disse já ter definido o que espera para o ano. Ele disse que vai investir em maratonas e pegar mais pesado nos treinos. Os 120 quilômetros percorridos toda semana serão ampliados para 180 com a rotina de dois treinos diários para estar preparado para as competições que acontecerão ao longo do ano. “Vou seguir trabalhando para conseguir bons resultados”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!