Argentino ganha jogo de estreia e será rival de Rafael Nadal em Barcelona


Depois da decepção pela eliminação para o italiano Fabio Fognini nas semifinais do Masters 1000 de Montecarlo, onde foi campeão por 11 vezes e não perdia antes da decisão desde 2015, o espanhol Rafael Nadal jogará nesta semana em Barcelona. Pelo ATP 500 em seu país, onde é o cabeça de chave 1, conheceu nesta segunda-feira o seu primeiro rival, já pela segunda rodada. Será o argentino Leonardo Mayer, que bateu o romeno Marius Copil por 2 sets a 1 – com parciais de 6/3, 6/7 (3/7) e 7/5.

Quem passou por uma situação inusitada foi o argentino Diego Schwartzman. Embora seja o atual número 25 do mundo, precisou disputar o qualifying no final de semana, pois não se inscreveu na chave principal dentro do prazo. Venceu duas vezes e entrou na chave principal. Nesta segunda-feira, ganhou mais uma vez superando de virada o japonês Yoshihito Nishioka por 2 sets a 1 – com parciais de 4/6, 6/4 e 6/2.

Como entrou como um tenista vindo do qualifying, não teve sorte no sorteio da chave principal e logo na segunda rodada terá de encarar o austríaco Dominic Thiem, cabeça de chave número 3, já nesta terça-feira. “Se não querem que eu tenha um dia de descanso que assim seja. Não acho justo, mas é assim que vai ser”, disparou o argentino logo após a vitória sobre Nishioka.

Em Barcelona, os 16 cabeças de chave só estreiam na segunda rodada. Esse é o caso também do grego Stefanos Tsitsipas, quinto pré-classificado e vice-campeão em 2018, que vai duelar contra o húngaro Marton Fucsovics, responsável pela eliminação do norte-americano Denis Kudla por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1.

Vencedor do ATP 500 na Catalunha em 2014 e 2015, o japonês Kei Nishikori, quarto favorito, medirá forças contra o norte-americano Taylor Fritz, que levou a melhor no duelo contra o compatriota Reilly Opelka com o triunfo por 2 sets a 0 – parciais de 6/3 e 6/4.

Os torcedores locais também puderam comemorar vitórias espanholas nesta segunda-feira. Em duelo 100% local, Fernando Verdasco levou a melhor sobre Feliciano López por 2 sets a 0 (6/4 e 6/3) – agora vai encarar o búlgaro Grigor Dimitrov, convidado da organização e cabeça de chave 13.

Também avançou o jovem Jaume Munar, que derrotou o português Pedro Sousa, vindo do qualifying, vencendo de virada por 2 sets a 1 – parciais de 2/6, 6/4 e 6/0. Na segunda rodada, enfrentará o norte-americano Frances Tiafoe, 14.º pré-classificado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora