02 de março de 2021 Atualizado 22:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Ibrahimovic perde pênalti, mas Milan vence Bologna e segue na ponta do Italiano

Por Agência Estado

30 jan 2021 às 13:40 • Última atualização 30 jan 2021 às 14:19

Acostumado a decidir jogos para o Milan, Ibrahimovic teve um sábado de coadjuvante. O astro desperdiçou um pênalti diante do Bologna, mas viu seus companheiros darem conta do recado e definirem mais uma vitória do líder do Campeonato Italiano.

Com 2 a 1 fora de casa, a equipe de Milão subiu para os 46 pontos, cinco de vantagem sobre a Internazionale, que recebe o Benevento também neste sábado. O Bologna aparece na 13ª colocação, com 20 pontos.

Sem Kjaer e Çalhanoglu, curados da covid-19, mas ainda sem condições de jogo, o Milan apostou em Saelemaekers e Rafael Leão na armação das jogadas no Estádio Renato Dall’Ara. E foi justamente o português quem sofreu o primeiro pênalti do jogo após ser puxado na área.

Acostumado a castigar o Bologna, Ibrahimovic assumiu a cobrança. Era a chance de marcar seu sétimo gol contra o rival em oito encontros. Cobrou mal, contudo, parando no goleiro Skorupski. A falha não custou caro graças ao atacante croata Rebic, que abriu o placar no rebote. Com 26 minutos o Milan partia para mais uma vitória.

Depois de um primeiro tempo disputado, com chances de ambos os lados, os milaneses voltaram para a etapa final dispostos a não dar chance para um tropeço. E logo tiveram novo pênalti.

Soumaoro colocou a mão na bola dentro da área. Chance de redenção para Ibrahimovic. Mas o atacante optou por abrir mão da batida. O meia marfinense Kessié mandou no meio do gol e ampliou o placar.

A boa vantagem durou até os 32 minutos, quando Poli descontou após boa trama do Bologna. Os donos da casa partiram para a pressão nos minutos finais, mas os visitantes souberam se defender para se recuperar após duas derrotas na liga italiana, diante da Internazionale e da Atalanta.

O jogo marcou o reencontro de Stefano Pioli com o Bologna. O atual comandante do Milan fez excelente trabalho no time emiliano entre 2011 e 2014. Na primeira temporada, por exemplo, levou o clube ao nono lugar do Italiano, numa campanha surpreendente. Voltou ao palco onde fez muita festa para novamente comemorar, desta no comando de um oponente.

Publicidade