21 de setembro de 2020 Atualizado 22:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Futebol

Guarani pode ter até quatro desfalques para estreia em Limeira

Por Agência Estado

17 jan 2020 às 20:15 • Última atualização 27 abr 2020 às 12:10

A temporada nem começou oficialmente, mas o Guarani já acumula incertezas no elenco. De olho na estreia diante da Internacional de Limeira, na próxima quarta-feira, 22 de janeiro, no Major Levy Sobrinho, o time campineiro pode ter, por enquanto, até quatro desfalques, sendo três por ordem médica e outro por questão burocrática.

Contratado para resolver a carência na lateral-direita, Cristovam não deve ficar à disposição de Thiago Carpini. O atleta fez o primeiro treinamento com o elenco na última terça-feira, mas ainda não está apto, em termos legais, para viajar a Limeira – sequer participou do jogo-treino diante da Portuguesa, no Canindé.

O clube campineiro ainda aguarda a troca de documentos com o Paraná, clube com o qual tem vínculo em vigor até dezembro de 2020, para oficializar empréstimo e registrar documentação no Boletim Informativo Diário (BID).

Presente nas primeiras movimentações de pré-temporada, o zagueiro sentiu incômodo no joelho e não atuou em nenhum amistoso até aqui. Ele, inclusive, fez tratamento junto ao departamento médico por uma semana, mas ainda não tem um prazo confirmado para retorno, embora já faça atividade física específica no gramado.

Toda precaução é pouca em virtude das contusões musculares recentes. Depois de ser contratado em maio de 2019, teve três problemas na coxa – dois deles, inclusive, o afastaram dos dois dérbis disputados contra a Ponte Preta.

Ausente no amistoso frente a Lusa, em São Paulo, volante faz trabalho físico para tentar acelerar a recuperação e até técnico com o grupo – é o caso mais adiantado.

Fora dos trabalhos dirigidos por Carpini desde a última quinta, Ricardinho tem participação indefinida contra a Internacional. Volante teve problema na panturrilha e, imediatamente, viajou de Águas de Lindoia a Campinas para fim de iniciar o tratamento.

Embora os exames não tenham confirmado lesão, o jogador é iminente desfalque por sequer ter atuado nas movimentações amistosas de pré-temporada. Vale destacar que, durante as férias, ele fez trabalho físico à parte no interior de Goiás, com musculação de quatro a cinco vezes na semana, além de alguns trabalhos com bola, em caráter mais informal.

Mais esporte

Ouça o podcast “Além da Capa” desta semana, que aborda os atletas da Região do Polo Têxtil que podem estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020:

{{1}}

Publicidade