18 de julho de 2024 Atualizado 19:44

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Guarani confirma retorno de Rodrigo Pastana para o cargo de executivo de futebol

Por Agência Estado

10 de julho de 2024, às 18h46

Dois dias depois de anunciar a saída de Toninho Cecílio do cargo, o Guarani confirmou nesta quarta-feira o nome do novo executivo de futebol que chega com a missão de ajudar o time campineiro a se salvar do rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Trata-se de um “velho conhecido” da torcida, Rodrigo Pastana, que já teve outras duas passagens pelo Brinco de Ouro.

Nas outras duas passagens pelo clube, o executivo fez bons trabalhos. Primeiro em 2016, quando comandou o departamento do futebol no ano do acesso à Série B. Já entre 2022 e 2023, não conseguiu grandes objetivos em campo, mas contratou jogadores que depois renderam frutos ao clube campineiro, como por exemplo: Jamerson (Coritiba), Richard Ríos (Palmeiras), Mayk (Grêmio), entre outros.

Para aceitar o retorno, Pastana recebeu autonomia do conselho de administração para contratar e ajustar processos internos do departamento de futebol. Ele trabalhará em conjunto com Danilo Silva e Enory Martins. Após a sua saída do Guarani, há 13 meses, o executivo trabalhou no Grêmio São-Carlense, onde fez bom trabalho na Série A-4 do Paulista, e depois no CSA, de Alagoas.

“O Guarani é como minha casa. Vou tentar aplicar aqui o que fiz em outros clubes e com sucesso. Não quero avaliar os profissionais que antes passaram por aqui, mas quero fazer algo diferente. Às vezes as coisas não dão liga”, disse Pastana. “Mas o elenco tem qualidade e temos um caminho a percorrer para achar os erros. Esta é a nossa missão”, seguiu o executivo, apresentado à tarde pelo presidente André Marconatto.

Esta nova mudança por parte da direção do clube sinaliza que o objetivo já é trabalhar pensando em 2025, porque a queda para a Série C neste momento é dada como certa em termos matemáticos. O Guarani soma apenas seis pontos em 14 jogos e, segundo os estatísticos, precisará somar pelo menos 36 pontos em 24 jogos para atingir os 42 pontos. Ou seja, vai disputar 72 pontos e terá que conquistar 36, que representa 50%. Uma missão praticamente impossível dentro da equilibrada Série B.

Rodrigo Pastana acumula passagens por Cruzeiro e Vitória e, entre as suas principais conquistas estão acessos à Série A com Criciúma, Paraná e Coritiba. O Guarani agora volta a campo no sábado, quando faz um duelo paulista contra o Novorizontino, fora de casa, no estádio Jorge Ismael de Biasi, às 15h30.

Publicidade