05 de agosto de 2021 Atualizado 08:48

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Sul-Americana

Corinthians é goleado por 4 a 0 pelo Peñarol e está eliminado

Priorizando as semifinais do Paulista, um Corinthians cheio de reservas foi até o Uruguai e acabou goleado

Por Agência Estado

13 Maio 2021 às 23:41 • Última atualização 13 Maio 2021 às 23:57

Priorizando as semifinais do Campeonato Paulista, um Corinthians cheio de reservas foi até o Uruguai para tentar vencer o Peñarol e se manter com chances de avançar às oitavas de final da Copa Sul-Americana – e com isso embolsar US$ 500 mil (R$ 2,6 milhões). Só que a equipe não chegou nem perto disso. Em campo, um vexame. Um time lento, desinteressado e desorganizado foi goleado por 4 a 0, nesta quinta-feira, e acabou eliminado do torneio ainda na fase de grupos, com duas rodadas de antecedência.

Corinthians foi atropelado pelo Peñarol e agora foca apenas na semifinal do Paulistão – Foto: Mariana Greif / Associated Press / Estadão Conteúdo

A partida mal havia começado e o Corinthians já estava perdendo. Logo aos quatro minutos, no primeiro ataque do Peñarol, cobrança de escanteio na primeira trave, Álvarez Martínez subiu sozinho e cabeceou com força para abrir o placar – Cássio até tentou fazer a defesa, mas a bola ultrapassou a linha.

Atordoado, o Corinthians mal conseguia pegar na bola. Aos 13 minutos, depois de perder duas ótimas chances, o time uruguaio aumentou. Facundo Torres abriu para González na direita, que cruzou rasteiro na área. Cássio tentou interceptar, mas não conseguiu. Álvaro Martínez, livre na pequena área, só escorou para marcar o seu segundo gol no jogo.

O time uruguaio perdeu mais duas chances de aumentar a vantagem no primeiro tempo, uma delas em um chute de Facundo Torres na trave, e o Corinthians só equilibrou um pouco no fim do primeiro tempo. O time chegou a construir uma boa jogada, com finalização de Roni, que acertou o travessão.

No segundo tempo, o técnico Vagner Mancini tentou mexer e mandou Otero ao campo. O time esboçou uma pressão, mas o primeiro contra-ataque foi fatal. Aos 7 minutos, após uma cobrança de escanteio do Corinthians, a defesa uruguaia saiu jogando. Ceppelini tocou para Canobbio, que cortou a marcação e bateu no canto direito de Cássio para anotar o terceiro gol do Peñarol no jogo.

O Corinthians tentou se reequilibrar e buscava o seu primeiro gol. Aos 12, em cobrança de falta na direita do ataque, Otero bateu com muito efeito e acertou a trave. No rebote, Gil escorou por cima do gol.

Aos 23, o Peñarol chegou ao seu quarto gol, mais uma vez com muita facilidade. Após cobrança de escanteio, Fábio Santos afastou de cabeça, mas Cepellini levantou na área. Álvaro Martínez, em posição legal, apareceu sozinho na frente de Cássio e só desviou para o fundo do gol para marcar pela terceira vez no jogo.

Depois, até o fim, o Peñarol só tocou a bola para sacramentar o resultado final. Humilhado em Montevidéu, o Corinthians deu um grande vexame na Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

PEÑAROL 4 X 0 CORINTHIANS

PEÑAROL – Dawson; González, Formiliano, Kagelmacher e Piquerez; Trindade, Gargano (Musto), Cannobio (Maxi Pereira), Ceppelini e Facundo Torres (Olivera); Álvarez Martinez (Schiappacasse). Técnico: Mauricio Larriera.

CORINTHIANS – Cássio, Luis Mandaca, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Roni, Camacho (Adson), Xavier (Otero) e Mateus Vital (Lucas Piton); Gustavo Mosquito e Jô (Léo Natel). Técnico: Vagner Mancini.

GOLS – Álvarez Martínez, aos 4 e aos 13 do primeiro tempo; Canobbio, aos 7, e Álvarez Martínez, aos 23 minutos do segundo tempo.

JUIZ – Néstor Pitana (Argentina).

CARTÕES AMARELOS – Fábio Santos, Camacho, Jô, Piquerez e Cannobio.

LOCAL – Campeón del Siglo, em Montevidéu.

Publicidade