Uruguai confirma lesão muscular de Laxalt, mas não estipula tempo de recuperação


Após empatar por 2 a 2 com o Japão na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Uruguai confirmou que o lateral-esquerdo Laxalt teve uma lesão muscular na partida, mas não estipulou o tempo de recuperação do jogador, que ainda pode voltar a atuar na Copa América.

A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) comunicou que os exames realizados nesta sexta-feira por Laxalt detectaram distensão no músculo posterior da perna esquerda, mas sem ruptura de fibras. A entidade indicou que a lesão do jogador não é grave e, por isso, “não está descartada sua disponibilidade antes da finalização da competição”. É possível que o jogador da Inter de Milão volte na fase de mata-mata, caso o time avance.

Laxalt foi substituído aos 27 minutos do primeiro tempo, para a entrada de Giovanni González, logo após o Japão abrir o placar em Porto Alegre. O lateral participou do lance do gol japonês, tendo sido driblado por Miyashi, autor do tento. Logo depois, sentiu dores na coxa e deixou o campo.

O elenco realizou um treinamento leve no CT Luiz Carvalho na manhã desta sexta. Dos titulares contra o Japão, Cavani, Lodeiro, Torreira, Godín, Nández e Giovanni González foram a campo e fizeram uma corrida leve, enquanto Suárez não esteve no gramado, assim como Cáceres, Giménez e Bentacour, além de Laxalt. Os quatro ficaram na academia fazendo exercícios regenerativos.

Os reservas participaram de um trabalho com bola em campo reduzido que teve apenas os primeiros minutos liberados para a imprensa. A delegação uruguaia embarca para o Rio no começo da noite desta sexta.

O Uruguai tem quatro pontos no Grupo C da Copa América. A seleção encerra a primeira fase diante dos chilenos na próxima segunda-feira, às 20 horas, no Maracanã.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora