União vai preservar gramado até janeiro

Estado do campo do estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães despertou preocupação por parte da Federação Paulista


O União Barbarense vai preservar o gramado do estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães até janeiro, atendendo recomendação do vice-presidente de competições da FPF (Federação Paulista de Futebol), Coronel Isidro Suíta Martinez, que é responsável pela fiscalização dos estádios paulistas. Com isso, treinos na pré-temporada dos times profissional e juniores, visando a Série A3 e a Copa São Paulo, respectivamente, serão programados para campos cedidos pela prefeitura. Já partidas amistosas ou beneficentes dificilmente deverão ser marcadas para o local no período.

Martinez esteve no Antonio Guimarães no último sábado, para um jogo comemorativo com dirigentes do Leão da 13, quando aproveitou para fazer a recomendação, após reclamações de outros clubes sobre o estado do campo do estádio unionista nos últimos anos. Segundo o gerente de futebol, Edvaldo Souza, a orientação será acatada, até porque em novembro o clube já deverá iniciar também as adequações nas arquibancadas, por exigência do Corpo de Bombeiros.

“Nos sugeriram que providenciássemos o fechamento do gramado até janeiro, com uma cobertura com areia de cava, e acatamos, pois reparos são necessários”, resumiu Souza.

Nesta terça-feira, o auxiliar técnico Cláudio Britto, que comandou a primeira etapa de avaliações de possíveis reforços para 2018 na semana passada, se reunirá com o treinador Claudemir Peixoto e membros da diretoria para definir quais jogadores observados serão contratados. Temporariamente, a segunda etapa de avaliações, que contaria com atletas de outros estados, foi suspensa.

A primeira etapa teve 28 jogadores sendo avaliados, a grande maioria deles de Santa Bárbara d’Oeste ou cidades da região. Além de definir os jogadores aprovados nas observações, a reunião de hoje servirá para agendar o início dos treinamento visando a Série A3.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora