União dá vexame e perde do virtual rebaixado Mogi

Leão da 13 perdeu de virada para o lanterna Mogi Mirim por 2 a 1, no estádio Coronel Francisco Vieira, em Itapira, pela 15ª rodada da Série A3


Não há palavras para descrever o tamanho do vexame que o União Barbarense passou na tarde desta quarta-feira (7). Vexame este que deixou o clube ainda mais ameaçado de cair para a quarta divisão estadual. Diante do único time que ainda não havia vencido no Campeonato Paulista da Série A3 e que entrou em campo virtualmente rebaixado, o Leão da 13 perdeu de virada para o lanterna Mogi Mirim por 2 a 1, no estádio Coronel Francisco Vieira, em Itapira, pela 15ª rodada da competição.

De nada adiantou o alerta dado pelo técnico Claudemir Peixoto antes do jogo, pregando respeito ao adversário. Sem seu artilheiro e principal armador Jean Natal, suspenso, o União teve mais uma atuação displicente e pouco incomodou a equipe que tem a defesa mais vazada da competição. Restando quatro rodadas para o término da primeira fase, o Leão da 13 segue abrindo o Z6, na 15ª colocação, com 16 pontos.

Foto: Marcelo Gotti / MMEC
União perdeu de 2 a 1 para o Mogi Mirim nesta quarta-feira

O curioso é que tudo parecia perfeito para o União Barbarense nos primeiros minutos. Logo aos 11, Alex Ferreira escapou pela direita e cruzou na medida para Wilker cabecear firme e abrir o placar. Embora tentasse controlar a partida mantendo a posse de bola, o Leão da 13 não forçou para tentar ampliar e, com isso, o Mogi começou a gostar do jogo. Aos 19, Romário bateu escanteio, Diogo desviou no primeiro pau e quase empatou.

Aos 35 minutos, foi a vez de Alisson girar na área e bater rasteiro. O goleiro Thiago Luis precisou defender usando os pés. O União só ameaçava na bola parada, como na bomba que Magno mandou em falta batida de muito longe, aos 36, forçando Hotton a espalmar.

Quando parecia que iria para o intervalo em vantagem, o alvinegro levou o empate aos 45 minutos num lance confuso. Romário cobrou escanteio bem aberto, a bola desviou no meio do caminho e chegou até Osmar, que, de costas para o gol, tocou de calcanhar e igualou o placar.

O gol inesperado já foi um baque para o Leão da 13, mas a situação piorou ainda mais aos 4 minutos do segundo tempo. De novo num escanteio, Thawan mandou na cabeça de Marcelo Felber, que testou para o fundo das redes: 2 a 1 para o Mogi.

Aí bateu o desespero no alvinegro, que só teve um momento de lucidez no segundo tempo aos 8 minutos, quando Romarinho lançou Ricardo Branco, que tocou na saída do goleiro e Wilker chegou de carrinho, mas não alcançou a bola.

No mais, sobrou desorganização em campo pelos lados do União, para sorte do pior time do campeonato, que ainda teve chances claras para matar o jogo com Alisson e Americano. Mas nem precisou.

Ficha técnica:

Mogi Mirim 2×1 União Barbarense

MOGI MIRIM
Hotton; Romário, Fabrício, Marcelo Felber e Thawan; Giovanni, Pedro Victor, Diogo e Alisson;
Osmar (Patrick) e Rafinha (Americano). Técnico: Angelo Foroni.

UNIÃO BARBARENSE
Thiago Luis; Alex Ferreira, Magno, Edson Rocha e Lincoln (Leandro Guizi); Claudinei, Abuda, Romarinho (Rafael Magalhães) e Renan Vinícius; Wilker e Ricardo Branco. Técnico: Claudemir Peixoto.

GOLS: Osmar, aos 45’/1T, e Marcelo Felber, aos 4’/2T; Wilker, aos 11’/1T.
CARTÕES AMARELOS: Lincoln, Renan Vinícius, Leandro Guizi (União); Thawan (Mogi).
PÚBLICO: 29 pagantes.
RENDA: R$ 150,00.
ÁRBITRO: Kleber Canto dos Santos.
LOCAL: Estádio Coronel Francisco Vieira, em Itapira (SP).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!