Ter Stegen pega pênalti e garante empate ao Barcelona contra o Borussia Dortmund


Em uma atuação muito ruim, principalmente na segunda etapa, o Barcelona conseguiu arrancar um empate sem gols diante do Borussia Dortmund, nesta terça-feira, na Alemanha, na rodada de abertura do Grupo F da Liga dos Campeões. Lionel Messi entrou na segunda etapa, sentiu a falta de ritmo e pouco produziu para a equipe catalã. No outro jogo do grupo, Internazionale e Slavia Praga empataram, por 1 a 1, em Milão.

Na próxima rodada, dia 2 de outubro, o Barcelona recebe a Internazionale, no Camp Nou, enquanto o Borussia Dortmund vai visitar o Slavia Praga.

Empurrado por 80 mil torcedores, o Borussia dominou as ações nos primeiros minutos, mas não conseguiu criar oportunidades de gol. O Barcelona, ao contrário, demorou para chegar na área alemã, mas quando chegou quase abriu o placar com Griezmann, após bonita tabela com Suárez e Ansu Fati, aos 12 minutos.

O rápido toque de bola da equipe de Dortmund mostrou seu valor aos 24 minutos, quando Marco Reus surgiu livre na grande área, mas parou na bela saída de Ter Stegen. O mesmo Reus, três minutos depois, cobrou uma falta na medida para Hummels, mas o zagueiro cabeceou para fora.

O Barcelona contou com dois destaques no primeiro tempo. A habilidade do francês Griezmann, que mostrou bom entrosamento com Suárez, e o garoto Fati, de 16 anos, que atuou como um veterano, diante da forte zaga alemã. O problema é que isso só durou o primeiro tempo.

O segundo tempo foi todo do Borussia. Marco Reus teve pelo menos quatro grandes chances para marcar, inclusive um pênalti, aos 11 minutos, defendido por Ter Stegen, que fez outras três grandes defesas, além da ajuda do travessão na bomba disparada por Brandt.

O apagado Barcelona teve Messi desde os 13 minutos da etapa final, mas o craque argentino sentiu os 43 dias afastado dos gramados por causa de um problema muscular na coxa direita. Tentou dois lançamentos longos. Acertou um e errou outro. E foi desarmado pela zaga alemã em dois arranques.

Suárez e Griezmann sumiram nos 45 minutos finais, enquanto De Jong e Arthur sentiram a falta de um armador mais criativo no meio de campo. Nos últimos minutos, o Barcelona valorizou a posse de bola e quase foi premiado no último lance do jogo, mas Messi demorou para finalizar.

Pelo Grupo G, o alemão RB Leipzig derrotou o Benfica, em Lisboa, por 2 a 1, com dois gols do centroavante Timo Werner. Seferovic descontou para a equipe portuguesa. No outro duelo da chave, o Lyon, do técnico Sylvinho, só empatou, por 1 a 1, na França, diante do russo Zenit. No dia 2 de outubro, o líder RB Leipzig terá a visita do Lyon. Já o Zenit receberá o Benfica.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora