Sem brilho, Cruzeiro marca dois de cabeça e derrota Goiás em casa


O Cruzeiro usou a cabeça para vencer a segunda partida seguida no Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo, com gols de Dedé e Rodriguinho, o time mineiro derrotou o Goiás, por 2 a 1, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela terceira rodada.

O resultado colocou o time celeste na perseguição aos líderes, em sexto lugar, com seis pontos. O Goiás, por sua vez, perdeu pela segunda vez seguida e ocupa a zona intermediária, com apenas três pontos.

Com força máxima antes de confronto pela Copa Libertadores no meio de semana, o Cruzeiro começou com uma marcação alta e logo aos dez minutos teve a chance de marcar. Após passe de Fred, Pedro Rocha furou, mas a bola ficou com Egídio, que finalizou forte, mas carimbou o meia Barcía.

Usando os lados do campo no ataque, o time mineiro tentou seguir em cima do adversário, só que não conseguiu furar o sistema defensivo do Goiás, que chegou a ter nove jogadores atrás da linha da bola.

Em meio ao bloqueio imposto pelo adversário, Fred tentou aproveitar passe por cobertura de Robinho emendando uma bicicleta. Tranquilo no meio do gol, Tadeu segurou a bola.

Pelo alto, o Cruzeiro encontrou caminho para anotar seu gol logo no começo do segundo tempo. Aos três minutos, Pedro Rocha recebeu cobrança de falta curta de Egídio e levantou. Na segunda trave, o zagueiro Dedé apareceu para cabecear firme e vencer o goleiro Tadeu.

Tentando manter o ritmo, o Cruzeiro seguiu em cima do adversário e levou perigo em chutes de fora da área de Egídio e Lucas Silva.

Numa das poucas subidas ao campo de ataque, o Goiás deixou tudo igual aos 11 minutos. Depois de cruzamento de Léo Sena, Barcía finalizou de primeira e obrigou Fábio a fazer grande defesa. No rebote, Michael chegou antes da marcação e finalizou para o gol.

Após o empate, o Cruzeiro voltou a impor intensidade e teve outra oportunidade de marcar, desta vez com Robinho. Ele arriscou da intermediária e errou por pouco a meta de Tadeu.

Para aumentar o poder de fogo do ataque, Mano Menezes mandou a campo David e Thiago Neves. As trocas surtiram efeito, pois logo aos 36 minutos, os donos da casa voltaram a ficar na frente do placar. Após cruzamento de Egídio pela esquerda, Rodriguinho entrou na área e desviou de cabeça.

No final, o Cruzeiro teve que segurar a pressão do adversário. Jefferson e Júnior Brandão perderam chances claras, dentro da área, e não conseguiram evitar a derrota.

O Cruzeiro volta a campo para compromisso pela Libertadores. Na quarta-feira, o time mineiro recebe o Emelec, às 19h15, no Mineirão. Pelo Brasileiro, o adversário será o Internacional, no domingo, às 16 horas, em Porto Alegre (RS). No sábado, o Goiás recebe o Ceará, às 21 horas, no Serra Dourada, em Goiânia (GO).

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 2 x 1 GOIÁS

CRUZEIRO – Fábio; Orejuela (Jadson), Dedé, Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Robinho (Thiago Neves), Rodriguinho e Pedro Rocha (David); Fred. Técnico: Mano Menezes.

GOIÁS – Tadeu; Daniel Guedes, David Duarte, Yago e Jefferson; Geovane e Léo Sena; Michael, Giovanni Augusto (Renatinho) e Leandro Barcía (Marlone); Kayke (Júnior Brandão). Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS – Dedé, aos três, Michael, aos 11, e Rodriguinho, aos 36 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO – Rodriguinho (Cruzeiro).

CARTÃO VERMELHO – Giovanni Augusto (Goiás, no banco de reservas).

ÁRBITRO – Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ).

RENDA – R$ 214.018,50.

PÚBLICO – 15.259 pagantes (19.735 no total)

LOCAL – Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora