Seleção colombiana nega ter feito proposta para Felipão nos últimos meses

A Federação Colombiana de Futebol negou nesta terça-feira, por intermédio das redes sociais, que tenha feito alguma proposta para o…


A Federação Colombiana de Futebol negou nesta terça-feira, por intermédio das redes sociais, que tenha feito alguma proposta para o técnico Luiz Felipe Scolari nos últimos meses.

“A Federação Colombiana de futebol informa que não está procurando o técnico Luiz Felipe Scolari para liderar a equipe nacional. Celebramos a sua decisão de ficar no Palmeiras, já que aqui você não tem oferta de emprego”, diz a nota.

Em sua primeira entrevista coletiva no ano, nesta terça-feira, o técnico do Palmeiras afirmou que continua a receber contatos para dirigir a seleção da Colômbia. O treinador, atual campeão brasileiro, no entanto, garantiu não ter interesse em deixar o clube.

“A Colômbia parece que vai continuar a me procurar. Mas tenho contrato com o Palmeiras. Eu já sinalizei que vou continuar. Os colombianos vão entender que não vou sair. Eles até aumentam valores, mas não é questão disso apenas”, explicou Felipão.

O treinador palmeirense disse que recebeu contatos dos colombianos ainda no fim do ano passado. O próprio atacante Miguel Borja revelou o interesse da seleção do seu país em dezembro, depois da última rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe está sem um comandante desde a saída do argentino José Pékerman e tem sido treinada por um interino.

A Colômbia caiu nas oitavas de final na Copa do Mundo da Rússia, depois de empatar no tempo normal por 1 a 1 com a Inglaterra, mas perdeu nos pênaltis por 4 a 3. Na primeira fase, os colombianos foram derrotados pelo Japão (0 a 2), mas venceram a Polônia (3 a 0) e o Senegal (1 a 0).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora