São Petersburgo e Munique disputam sede da final da Liga dos Campeões de 2021

A Uefa revelou nesta quinta-feira que Rússia e Alemanha demonstraram interesse em receber, em suas cidades, a final da Liga…


A Uefa revelou nesta quinta-feira que Rússia e Alemanha demonstraram interesse em receber, em suas cidades, a final da Liga dos Campeões da temporada 2020/2021. Os russos querem aproveitar a recente disputa da Copa do Mundo em seu território para mandar a decisão no estádio de São Petersburgo, com capacidade para 68 mil torcedores e que recebeu jogos do Mundial.

A única vez que a Rússia sediou uma final deste nível foi em 2008, no Luzhniki Stadium, antes da reforma do estádio para receber jogos da Copa deste ano, em Moscou. Na ocasião, o Manchester United derrotou o Chelsea nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

Na Alemanha, a candidata a sediar a final da Liga dos Campeões em 2021 é a Allianz Arena, estádio do Bayern de Munique, com capacidade para 75 mil torcedores. O local recebeu a final de 2012, quando o time da casa foi derrotado pelo Chelsea. Os dois estádios vão receber quatro jogos cada da Eurocopa de 2020, incluindo jogos das quartas de final.

O estádio do Bayern também está na disputa para receber a final da Eurocopa de 2024, quando a Alemanha receberá o grande evento. A cidade de Berlim é outra na disputa pela decisão. O local recebeu a última final da Liga dos Campeões disputada em solo alemão, em 2015, quando o Barcelona derrotou a Juventus.

A Uefa informou nesta quinta que eventuais candidatos a receber a final de 2021 devem apresentar suas candidaturas até o dia 15 de fevereiro. A decisão do Comitê Executivo da entidade sairá somente em junho do próximo ano.

Na Liga Europa, a final de 2021 tem três candidatos no momento: Viena, na Áustria, Tbilisi, na Geórgia, e Sevilha, na Espanha. E a Supercopa da Europa, que reúne os campeões da Liga dos Campeões e da Liga Europa, tem quatro interessados: Minsk (Bielo-Rússia), Helsinki (Finlândia), Belfast (Irlanda do Norte) e Kharkiv (Ucrânia).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!