São Paulo vence o Fortaleza e encosta na liderança

Time paulista chegou a ser pressionado pela equipe do técnico Rogério Ceni, mas contou com gol de Hernanes para vencer por 1 a 0 no Ceará


No jogo que marcou a primeira vez que Rogério Ceni enfrentou o São Paulo, um ex-companheiro do técnico do Fortaleza foi o autor do gol da partida: Hernanes deu a vitória por 1 a 0 ao time paulista, que chegou a dez pontos e igualou-se a Palmeiras e Santos nas primeiras colocações do Brasileirão. A equipe do Morumbi está em terceiro lugar na tabela porque tem saldo de gols menor que o dos rivais.

Curiosamente, foi Hernanes o responsável por entregar uma camisa do São Paulo para Rogério Ceni antes do início do jogo. O treinador também foi muito festejado nas arquibancadas do Castelão. A torcida do Fortaleza preparou um mosaico com a imagem do técnico e a mensagem “gratidão, Ceni”. Do outro lado do estádio, a principal organizada da equipe paulista estendeu um bandeirão com a imagem do maior ídolo do clube.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Hernanes fez o gol da vitória do São Paulo neste domingo

As homenagens emocionaram Ceni, que agradeceu com os olhos marejados. “Muito grato pela história de vida, firam quase 26 anos no São Paulo, e fico impressionado com o carinho do torcedor aqui. É hora de tentar a nossa vitória. Vamos, Leão”, disse o treinador antes de a bola rolar.

Com o que viu em campo, porém, Ceni praticamente não teve emoções. As equipes não empolgaram na partida válida pela quarta rodada do Brasileirão. Enquanto o São Paulo encostou na liderança, o Fortaleza permanece com três pontos na tabela e está logo acima da zona de rebaixamento, em 16º lugar.

Na quinta rodada, o São Paulo recebe o Bahia no próximo domingo, às 11h, no Morumbi. O Fortaleza entrará em campo no mesmo dia, às 16h, contra a Chapecoense, em Chapecó.

As atuações das equipes no duelo deste domingo podem ser explicadas pelas escalações. No São Paulo, o técnico Cuca tinha diversos desfalques e não contou com um centroavante de referência. No Fortaleza, Rogério Ceni colocou em campo uma equipe praticamente toda reserva após a classificação à final da Copa do Nordeste na última quinta-feira.

O início do jogo chegou a empolgar. Aos seis minutos, o Fortaleza saiu rapidamente em contra-ataque, Marcinho recebeu sozinho na entrada da área, mas Tiago Volpi fez uma boa defesa. Foi a melhor chance da partida.

O São Paulo até ficava com a posse de bola, mas não conseguia furar o bloqueio adversário. Eram trocas de passes de um lado para o outro, sem infiltração. A postura da equipe no primeiro tempo irritou Cuca, que mandou os reservas para o aquecimento.

Na volta do intervalo, Hernanes entrou na vaga de Igor Vinícius, deslocando Hudson para a lateral direita. A mudança melhorou o São Paulo, que passou a levar mais perigo nas chegadas. Vitor Bueno também foi colocado em campo e deixou a equipe mais agressiva.

A melhora foi traduzida em gol aos 31 minutos. Em rápido contra-ataque, Antony carregou a bola e abriu na direita para Hernanes, que invadiu a área e bateu cruzado rasteiro.

Após o gol, o São Paulo permaneceu melhor na partida. Do outro lado, Ceni mudou os três jogadores de ataque, e o Fortaleza tentou a pressão final, mas sem sucesso. No reencontro deste domingo, o time tricolor que levou a melhor foi o paulista.

FICHA TÉCNICA:

FORTALEZA 0 X 1 SÃO PAULO

FORTALEZA – Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Juninho, Felipe e Edinho; Marcinho (Dodô), Kieza (Wellington Paulista) e Romarinho (Júnior Santos). Técnico: Rogério Ceni.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Igor Vinícius (Hernanes), Walce, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Liziero (Vitor Bueno); Antony, Everton (Igor Gomes) e Toró. Técnico: Cuca.

GOLS – Hernanes, aos 31 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS – Bruno Alves e Tchê Tchê (São Paulo).

PÚBLICO – 39.897 pagantes.

RENDA – R$ 842.863,00.

LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!