Santos se apresenta com Sampaoli, indefinições e sem reforços

Novo treinador terá nesta quarta-feira o primeiro contato com um elenco que ainda não foi reforçado para 2019


O ano do Santos se inicia nesta quarta-feira tendo Jorge Sampaoli como principal atração e, de fato, a única novidade. A reapresentação do elenco está marcada para as 15 horas, no CT Rei Pelé, quando o treinador terá o primeiro contato com um elenco que ainda não foi reforçado para 2019.

Após a saída de Cuca por problemas de saúde, o presidente José Carlos Peres ousou e fez um investimento relevante ao contratar Sampaoli. O treinador fracassou com a seleção argentina na Copa do Mundo da Rússia, eliminada nas oitavas de final, e acabou sendo demitido após o torneio no ano passado. Ainda assim, carrega um currículo respeitável em temporadas recentes.

Foto: Ivan Storti / Santos FC
Treinador terá o primeiro contato com um elenco que ainda não foi reforçado para 2019

Foi sob o comando de Sampaoli que a Universidad de Chile conquistou em 2011 o título da Copa Sul-Americana. E o treinador depois também teve êxito na seleção chilena, a conduzindo na vitoriosa campanha na Copa América de 2015.

Depois de contratar Sampaoli, portanto, o desafio de Peres é entregar ao treinador um elenco à altura do status do treinador. Mas ao invés de reforçar um grupo que não brigou por títulos em 2018, o Santos sofre nesse momento com a possibilidade de perder peças importantes do time.

Alguns nomes, inclusive, já saíram. E o principal deles foi o atacante Gabriel, artilheiro do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil no ano passado, com o fim do seu contrato de empréstimo – ele estava cedido ao clube pela Inter de Milão. O zagueiro Robson Bambu e o meio-campista Léo Cittadini, em litígio com a diretoria e com o fim do contrato, também saíram do Santos.

O lateral-esquerdo Dodô também não é mais jogador do Santos. O clube até fez um acerto com a Sampdoria para adquirir os seus direitos econômicos por 2 milhões de euros (quase R$ 9 milhões), mas a falta de acordo salarial impediu que a transação fosse sacramentada. E colocou o jogador na mira de outros times, como Cruzeiro e Flamengo.

Outros destaques santistas também interessam a times brasileiros. O atacante Bruno Henrique está na mira do Flamengo, assim como o lateral-direito Victor Ferraz despertou o interesse do São Paulo. E a situação de ambos é incerta.

Com o futuro de vários nomes do elenco indefinido, o Santos terá, além de Sampaoli, o retorno de jogadores que estavam emprestados como grande novidade. São os casos dos zagueiros Cleber Reis e Noguera, dos laterais Matheus Ribeiro, Orinho e Romário, dos meio-campistas Leandro Donizete, Matheus Oliveira e Rafael Longuine e do atacante Rodrigão. A tendência, porém, é que a maior parte desses nomes não permaneça na Vila Belmiro em 2019.

A estreia oficial do Santos em 2019 está marcada para 19 de janeiro, quando o time vai receber a Ferroviária, no seu estádio, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Antes, no dia 13, o time enfrentará o Corinthians em amistoso marcado para o estádio do rival em Itaquera.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!