Rueda confirma escalação de Alexis Sánchez na estreia do Chile na Copa América


Recuperado de uma lesão no tornozelo esquerdo, o atacante Alexis Sánchez tem escalação garantida na estreia da seleção chilena na Copa América, segunda-feira, às 20 horas, no Morumbi, diante do Japão. As seleções estão no Grupo C, ao lado de Uruguai e Equador, que jogarão domingo, no Mineirão.

“É fato que Alexis Sánchez está em condições de iniciar a partida, mas não sabemos se tem condições de suportar os 90 minutos”, afirmou o técnico Reinaldo Rueda, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, em Itu, onde o selecionado se prepara para a Copa América. “É conveniente que seja utilizado de forma gradual durante as partidas”, completou o colombiano.

Maior artilheiro da seleção chilena, com 41 gols, Sánchez busca se recuperar da decepcionante temporada pelo Manchester United. O atacante, de 30 anos, reserva a maioria do tempo, disputou apenas 20 jogos em seu primeiro Campeonato Inglês completo pela equipe de Old Trafford.

Sánchez não repetiu em Manchester o mesmo desempenho que teve no Arsenal entre os anos de 2014 e 2018, ao marcar 60 gols, em 122 partidas. “Ele vem de um semestre difícil. Lógico que queremos ele o tempo todo em campo, mas vamos ter de analisar sua recuperação 72 horas após a partida”, afirmou Rueda.

Na terça-feira, Sánchez integrou a seleção chilena no jogo-treino contra o XV de Piracicaba. O Chile venceu por 3 a 0 e o atacante fez um dos gols. Fuenzalida e Vargas completaram o placar.

Mas o dia não foi reservado apenas para notícias boas. Rueda revelou que o atacante Nicolás Castillo (lesão muscular na perna esquerda) e o lateral-esquerdo Jean Beausejour (pancada na perna direita) sofrem com lesões leves e poderão desfalcar a seleção bicampeã da Copa América no primeiro jogo. “Eles poderão se recuperar nos próximos dias”, disse Rueda.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora