Romero celebra fim da improvisação no Cruzeiro e minimiza jejum do Huracán

No Cruzeiro desde 2016, Lucas Romero sempre foi considerado uma peça importante no elenco especialmente por causa da sua polivalência,…


No Cruzeiro desde 2016, Lucas Romero sempre foi considerado uma peça importante no elenco especialmente por causa da sua polivalência, mas em 2019 vem se destacando na sua posição original. Sempre visto como uma opção para a lateral direita, o volante tem se fixado no meio-campo após o clube se reforçar com Orejuela para a posição, e deverá começar jogando no setor na estreia do time na Copa Libertadores, em 7 de março, na Argentina, diante do Huracán.

“Sempre falo que fico muito feliz por ter a possibilidade de jogar na minha posição. É muito importante para mim, para a minha carreira. Procuro trabalhar cada vez mais. Para mim é importante, fazer as coisas boas nos treinos e nos jogos. Sempre falo que sou agradecido ao treinador pela oportunidade que ele me dá de jogar na minha posição. Ele tem muita confiança em mim porque vê como é o trabalho, o quanto me dedico”, disse, o argentino, agradecendo a confiança do técnico Mano Menezes.

O Huracán vive momento ruim no Campeonato Argentino, há quatro rodadas sem vitórias e com apenas um triunfo nos últimos nove compromissos. O cenário pode parecer o ideal para o Cruzeiro, mas Romero avaliou que o time é forte quando atua em casa.

“Eles têm um time bom, vêm de uma sequência sem vitória, mas dentro de casa fazia mais de 10 jogos que não perdiam. Perderam agora para o Unión. É um grande time, um campo difícil, a torcida estará lá para fazer uma pressão sobre a gente. Temos que ir lá para sermos protagonistas”, afirmou.

O elenco do Cruzeiro terá um descanso na preparação para o duelo com o Huracán, pois Mano decidiu dar folga ao elenco no fim de semana. Romero, porém, assegurou que ninguém vai abusar no carnaval, pois os jogadores sabem da importância do compromisso de estreia na Libertadores.

“A gente tem o foco na Libertadores. No último ano tivemos uma folga maior, pudemos descansar um pouco. Mas este ano teremos poucos dias, por causa da Libertadores. Temos que ser muito profissionais, porque para nós é muito importante este jogo. A gente tenta ficar mais tranquilo, manter a concentração no que pode acontecer no jogo”, comentou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!