Romelu Lukaku deixa o Manchester United e acerta contrato com a Inter de Milão


Disposta a acabar com a hegemonia da Juventus na Itália, a Inter de Milão segue se reforçando para a temporada 2019/2020. Nesta quinta-feira, a direção do time milanês acertou a contratação do centroavante belga Romelu Lukaku, que estava há dois anos no Manchester United. O jogador assinou contrato até junho de 2024 e, de acordo com a imprensa inglesa, a negociação custou 70 milhões de libras (R4 334,4 milhões) aos cofres italianos.

A sua chegada a Milão nesta quinta-feira, para realizar os exames médicos e assinar o contrato, já causou um enorme alvoroço no aeroporto. Centenas de torcedores da Inter foram ao local para recepcioná-lo e o seguiram pela cidade até a sede do clube, onde já vestiu o uniforme.

“A Inter era o único clube que eu queria, pois a Inter não é para todos. Estou aqui para levar os ‘Nerazurri’ de volta ao topo”, afirmou Lukaku, em declarações publicadas no site oficial do clube italiano. O atacante foi um dos principais alvos da equipe de Milão nesta janela de transferências e é um sonho antigo do técnico Antonio Conte, que teria tentado contratá-lo nos tempos de Chelsea.

Contratado há duas temporadas pelo Manchester United, o atacante da seleção belga havia deixado claro que poderia mudar de ares. Nos últimos dias, Lukaku se desentendeu com o técnico norueguês Ole Gunnar Solskjaer e a Inter de Milão apareceu como principal interessada para contratá-lo.

Lukaku é o nono reforço da Inter de Milão para a nova temporada, sendo, de longe, o mais caro deles. Ele se junta ao zagueiro Diego Godín (Atlético de Madrid); aos meias Lazaro (Hertha Berlim), Barella (Cagliari) e Sensi (Sassuolo); aos atacantes Politano (Sassuolo) e Salcedo (Genoa); e aos goleiros Radu e Gabriel Brazão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora