Rio Branco tenta repetir série de vitórias após 23 anos

Em encontro com o Jaguariúna, na estreia diante da torcida no Décio Vitta, Rio Branco pode chegar a 5 vitórias consecutivas


Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal.JPG
O técnico Raphael Pereira realiza na manhã deste sábado o último treino antes de encarar o Jaguariúna

Embalado pela estreia de gala no Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão, quando goleou o rival União Barbarense por 4 a 1, fora de casa, o Rio Branco tem neste domingo o primeiro compromisso em seus domínios na temporada. Diante do Jaguariúna, no estádio Décio Vitta, às 10 horas, o Tigre vive um confronto inédito e ainda pode alcançar uma marca registrada pela última vez há 23 anos.

É datado de 1996, entre junho e setembro daquele ano, o último período em que o time americanense venceu cinco jogos em sequência – o regulamento da Segunda Divisão, curiosamente, só permite a inscrição de jogadores nascidos a partir daquele ano. Na ocasião, houve um triunfo pelo Campeonato Paulista – sobre o América (2 a 0) – e quatro pelo Campeonato Brasileiro da Série C – Paulista (4 a 1), Tupi-MG (4 a 0), Barra Mansa-RJ (3 a 0) e Juventus (2 a 0).

A sequência atual começou no ano passado, nas três últimas rodadas da Série A3, contra Mogi Mirim (4 a 1), Matonense (4 a 2) e Grêmio Osasco (2 a 0), e teve continuidade com o resultado positivo diante do Leão da 13 na estreia da Segunda Divisão, no último sábado. As quatro vitórias seguidas já representam uma série que não acontecia desde a temporada 2006.

O técnico Raphael Pereira realiza na manhã deste sábado o último treino antes de encarar o Jaguariúna, e a tendência é que repita o time que derrotou o União. “Passou aquela ansiedade, a tensão da estreia. Alguns jogadores demoraram pra entrar na partida na semana passada. Agora pra domingo a gente espera um time com mais tranquilidade, mais posse de bola, pra impor o nosso jogo e ter mais controle. Essa é a ideia pra segunda rodada”, comenta o treinador.

Com os três pontos obtidos na primeira rodada, o Tigre é o terceiro colocado do Grupo 3 e tem condições de assumir a liderança da chave, caso Independente e Itapirense não vençam seus compromissos – o Independente recebe o XV de Jaú, enquanto a Itapirense visita o Brasilis, ambos os jogos também neste domingo, às 10 horas.

ADVERSÁRIO. O Jaguariúna, fundado em 2005, estará frente a frente com o Rio Branco pela primeira vez. A equipe ocupa a sexta posição do grupo, com um ponto, conquistado na rodada passada, quando empatou com a Itapirense por 1 a 1, em casa. Na estreia, como visitante, foi goleada pelo Independente por 6 a 0.

FICHA TÉCNICA

RIO BRANCO. Alan; Patrick, William, Wellerson e Leandro Guizi; Kayo, Léo, Rafael Cursino e Eliu; Thiago e Davi. Técnico: Raphael Pereira.

JAGUARIÚNA. Aurélio; Rigoni, Rafael, Berquiolli e Murilo; João Vitor, Alexsander, Igor Cangussu e Davi; Jhonatan e Yuri. Técnico: Caio Couto.

ÁRBITRO: Jefferson Dutra Giroto.

LOCAL: Estádio Décio Vitta, neste domingo, às 10 horas, em Americana (SP).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora