Rio Branco perde mais uma e vê rebaixamento de perto

Placar foi de 2 a 0 para o Taboão, que teve desempenho superior em toda a partida


A situação sofrível do Rio Branco se agravou: o time perdeu mais uma, jogando fora de casa contra o Taboão, neste sábado, por 2 a 0. Com a derrota, o time de Americana estaciona na 17ª colocação, com apenas 11 pontos somados e vê de perto o fantasma do rebaixamento. O próximo compromisso é em casa, contra o já rebaixado Mogi Mirim, no próximo sábado.

O time do Taboão foi superior em praticamente toda a partida. Era o confronto do pior visitante contra o melhor anfitrião. E o retrospecto se confirmou.

No primeiro tempo, logo aos 9 minutos, boa jogada de Diego Souza fez o goleiro Diego Pato trabalhar e evitar a abertura do placar. Na segunda metade do primeiro tempo, o Tigre cresceu, tentando inverter a pressão, mas o nervosismo atrapalhava a efetividade dos jogados.

O balde de água fria veio aos 20 minutos, quando Marcelinho lançou Caio em profundidade, ele ganhou do zagueiro Alemão na corrida, entrou na área e bateu no alto, sem chances de defesa.

Após o intervalo, o Rio Branco até voltou mais focado, mas com o passar dos minutos, sem conseguir emplacar jogadas de ataque, o evoltou a fazer parte do jogo do Tigre. O Taboão pressionava com boas jogadas do experiente Lúcio – que tem passagens por Palmeiras e São Paulo, e um erro na saída de bola do Rio Branco quase fez o time da casa ampliar a vantagem. O chute parou na trave.

O técnico William Sander fez boas alterações, e Mima entrou bem, criando boas jogadas ofensivas. Mas não foi suficiente, e o Taboão sacramentou a vitória aos 45 minutos do segundo tempo com Marcelinho.

Foto: Arquivo / O Liberal
Treinador William Sander tentou algumas mudanças no time durante a partida, mas não foi possível evitar a derrota
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora