Rio Branco perde invencibilidade em jogo em casa

Duelo foi disputado na tarde deste sábado e pôs fim a marca de 12 jogos sem derrotas; último revés havia sido em 10 de março do ano passado


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal
Rio Branco não conseguiu superar a forte marcação da Itapirense e perdeu em casa pelo placar de 2 a 1 neste sábado

Caiu a invencibilidade do Rio Branco no Campeonato Paulista Sub-23 2ª Divisão. Contra a Itapirense, o Tigre abusou dos erros de passe e perdeu por 2 a 1, no Estádio Décio Vitta, pela 12ª rodada. Apesar disso, segue líder de seu grupo.

O duelo foi disputado na tarde deste sábado e pôs fim a marca de 12 jogos sem derrotas. O último revés havia sido em 10 de março do ano passado, diante do Taboão da Serra, fora de casa, pela Série A-3.

Neste sábado, os comandados de Raphael Pereira tiveram problemas no setor de criação e cometeram falhas defensivas. Até por isso, saíram perdendo por 2 a 0, com gols de Danilo e Rapchan. Davi diminuiu para os donos da casa, que não tiveram forças para empatar.

Apesar do resultado, o Rio Branco segue líder do grupo 3, com 23 pontos, e já está classificado à próxima fase. A ponta pode ser perdida caso o XV de Jaú vença o Jaguariúna em jogo marcado para este domingo.

O jogo. Até pela condição de mandante, o Tigre tomou a iniciativa nos primeiros movimentos do duelo, com maior posse de bola, e chegadas, principalmente, pelo lado esquerdo, com investidas de Leandro Guizi, embora faltasse precisão no último passe.

Apesar do maior ritmo riobranquense, foram os visitantes que abriram o placar, aos 13 minutos de jogo. Em cruzamento da direita na área, o baixinho Danilo subiu sozinho, entre os zagueiros, para testar sem chances para Alan.

O revés sofrido trouxe apatia ao Rio Branco, que passou a ter dificuldades na transição da defesa ao ataque, principalmente nas saídas de bola. Em mais de uma ocasião os zagueiros erraram passes que proporcionaram chances ao visitante.

A melhor chance no primeiro tempo veio nos pés de Micael, em ‘balaço’ de fora da área que acertou o travessão do adversário, que chegou com mais intensidade através das bolas paradas.

2º TEMPO. Na tentativa de alterar a postura da equipe, o técnico Raphael Pereira mudou no intervalo, colocando Alê na vaga de Micael, mas sem resultado, já que o Tigre levou perigo apenas uma vez durante a primeira metade de etapa complementar, com chute de Braga na rede pelo lado de fora.

Os visitantes ampliaram o marcador aos 34 do segundo tempo, com Rapchan, em um lindo chute de fora da área com a perna esquerda. Não deu nem tempo para comemorar, já que na saída de bola, um minuto depois, o Tigre diminuiu.

Davi recebeu próximo da entrada da grande área, girou e bateu de direta rasteiro sem chances para Kinzel. O gol deu ânimo para os donos da casa, que quase empataram na sequência, com a cabeçada de Crepaldi defendida pelo goleiro, mas o placar não seria alterado

O Tigre volta a campo no próximo domingo, dia 23, quando enfrenta o Independente pela penúltima rodada da primeira fase do estadual. O duelo acontecerá no Pradão, em Limeira, as 10 horas.

RIO BRANCO
Alan; Maranhão, Crepaldi, Wellerson e Leandro; Kayo (Davi), Micael (Alê), Rafael Cursino e Tiago (Leo); Braga e Duni. Técnico:Raphael Pereira

ITAPIRENSE
Kinzel; Charles, Junior, Alex e Lucas; Lucão, Gabriel (Bruno), Rapchan e Danilo (Paulinho); Alan Jr (Vinicius) e Danilo Lima. Técnico: Luiz dos Reis

GOLS: Danilinho aos 13 do 1º tempo; Rapchan aos 34 (Itapirense) e Davi aos 35 do 2º tempo (RB)

ÁRBITRO: Leandro Carvalho da Silva

CARTÕES AMARELOS: Kayo , Rafael Cursino, Maranhão e Tiago (Rio Branco); Rapchan (Itapirense)

Gols: Danilinho aos 13’1T e Rapchan aos 34’2T (Itapirense); Davi aos 35 2’T

Público: 312 pagantes

Renda: R$3330,00

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora