Rio Branco busca aproximação com a prefeitura

Em reunião com o prefeito Omar Najar, diretoria do clube americanense disponibilizou o Estádio Décio Vitta para uso da administração e pediu apoio


Em busca de aproximação com a Prefeitura de Americana, a diretoria do Rio Branco se reuniu com o prefeito Omar Najar (MDB) nesta terça-feira, no Paço Municipal. No encontro, o Tigre esteve representado pelo vice-presidente de futebol Eder Duarte e pelo vice jurídico Claudio Bonaldo.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Clique aqui e envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Eder afirmou ter disponibilizado a estrutura e as instalações do Estádio Décio Vitta para qualquer necessidade e atividade da administração municipal.

Foto: Divulgação
Dirigentes do Rio Branco e o prefeito Omar Najar participaram de uma reunião para estreitar as relações

Durante a reunião, ele também pediu apoio no que estiver ao alcance de Omar, até pela influência do prefeito junto aos empresários da cidade. “Em nenhum momento solicitei dinheiro ou verba, até por saber bem que é proibido”, conta.

O dirigente disse ter sido bem recebido pelo chefe de Executivo. “Foi um contato muito harmonioso, até por ele e seu pai, Abdo, terem sido meus patrões por três anos. Me deixou as portas abertas para sempre que eu quiser falar com ele”.

Nesta quarta, Eder ainda teve uma conversa com o coronel Isidoro Suita Martinez, da Comissão de Infraestrutura de Clubes Formadores da FPF (Federação Paulista de Futebol). “Estou caminhando no sentido de estreitar ainda mais os relacionamentos”, diz o vice de futebol.

Paralelamente, o clube tem mantido contato com eventuais patrocinadores. Hoje, o Tigre conta com uma diretoria de captação e recursos, formada pelo diretor Luis Guilherme Gallo e pelo diretor adjunto Rafael Panhoca.

Futebol

Na parte do futebol, o Rio Branco continua atrás de um treinador que possa comandar o time no Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão, o equivalente à quarta divisão estadual.

Conforme o LIBERAL noticiou nesta terça, há uma lista com, pelo menos, quatro nomes que estão sob a avaliação da diretoria: Marcos Campangnollo, João Batista, Paulinho McLaren e Max Sandro. O responsável pela montagem do plantel é o diretor executivo de futebol Tiago Bernardi.

Mais esporte

Ouça o podcast “Além da Capa” desta semana, que aborda os atletas da Região do Polo Têxtil que podem estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020:

Listen to "#17 - RPT em Tóquio-2020: os nomes que querem estar lá" on Spreaker.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora