Reforma do telhado do estádio Décio Vitta é concluída

Obra, custeada com o dinheiro da transferência de Romarinho, acaba com problemas de goteiras no setor de cadeiras cativas


Para maior conforto dos torcedores, o Rio Branco reformou todo o telhado do saguão do estádio Décio Vitta, em Americana. Os trabalhos duraram cerca de 15 dias e terminaram na semana passada. Antes, havia problemas de goteira no local.

O clube colocou telhas novas na área que abrange a arquibancada coberta, as tribunas e as cabines de imprensa. Do outro lado, onde há a sala de troféus, os banheiros e o bar, o Rio Branco trocou as telhas danificadas.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Rio Branco reformou telhado do saguão do estádio Décio Vitta

O supervisor de futebol Benedito Aparecido Fusco, o Xororó, afirma que a nova estrutura enfrentou o temporal da última quinta-feira e passou no “teste”. “Foi satisfatório o resultado. Não molhou dentro. Então, estamos muito contentes”, diz.

Segundo ele, a reforma vai acabar com as goteiras. O problema incomodava, principalmente, quem assiste a jogos nas cadeiras cativas do estádio.

Para a realização da obra, o clube utilizou recursos próprios, inclusive o montante que recebeu pela transferência do atacante Romarinho para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Os valores não foram divulgados pela diretoria riobranquense.

Conforme informado anteriormente pelo LIBERAL, o Al-Ittihad contratou Romarinho em agosto de 2018, junto ao Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. A negociação girou em torno de 4 milhões de euros.

Por ter revelado o jogador, o Rio Branco teria direito a cerca de R$ 150 mil. O clube começou a ser pago pelo Al-Ittihad neste semestre, de forma parcelada.

No ano passado, a diretoria já pretendia reformar a cobertura do saguão e, para que isso fosse possível, tentou juntar dinheiro por meio de uma “vaquinha” eletrônica. À época, o clube cotou valores e pegou um orçamento de R$ 46 mil, mas arrecadou somente R$ 134.

Hoje, o gramado do Décio Vitta também tem passado por melhorias. A manutenção é feita pelo Atibaia, time do Campeonato Paulista da Série A2, que vai mandar jogos no estádio em 2020, assim como fez neste ano. Dono do campo, o Rio Branco deve voltar à ativa só em abril, para a disputa do Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora