Recuperado de conjuntivite, Cazares deve reforçar Atlético-MG diante do Cruzeiro


Recuperado de uma conjuntivite, o meia-atacante equatoriano Cazares deve ser a grande novidade do Atlético-MG no clássico contra o Cruzeiro, neste domingo, às 19 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Afastado dos jogos contra Botafogo e Goiás, ele foi liberado pelo departamento médico e participou normalmente do treino desta quinta-feira, orientado pelo técnico Rodrigo Santana.

Os jogadores que atuaram na última quarta-feira na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, que garantiu o time nas quartas de final da Copa Sul-Americana, fizeram apenas um trabalho regenerativo na academia, enquanto que os demais trabalharam no gramado da Cidade do Galo, em Vespasiano (região metropolitana de Belo Horizonte).

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o zagueiro Igor Rabello afirmou que espera um Atlético-MG diante do Cruzeiro da mesma forma que no segundo jogo das quartas de final da Copa do Brasil, no último dia 17, quando o time alvinegro venceu o rival por 2 a 0, mas não ficou com a vaga.

“Não importa a atual situação deles. É um clássico e temos de entrar muito concentrados. Se repetirmos a atuação na vitória da Copa do Brasil, teremos grandes chances de sairmos com a vitória”, disse o zagueiro, de 24 anos, que não se incomoda com a maratona de jogos da equipe.

“Particularmente, eu gosto de jogar quarta e domingo. Você consegue manter um ritmo de jogo. O grupo está muito bem preparado e com condições de fazer uma bela partida”, afirmou Igor Rabello, que destacou o trabalho de toda a equipe pelo fato de o time não tomar gol há seis jogos, em especial do volante Jair. “Ele tem um bom passe e cuida bem da saída de bola. É uma função fundamental para nossa equipe”.

Pela Copa Sul-Americana, o próximo rival do Atlético-MG será o La Equidad, da Colômbia, com jogos previstos para a segunda quinzena de agosto. O time mineiro decide fora de casa. No Brasileirão, é o quarto colocado com 21 pontos, oito a menos que o líder Santos – são seis vitórias, três empates e três derrotas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora