Real Madrid derrota o Alavés fora e assume a liderança provisória do Espanhol


Com dois gols de jogadores de defesa, o Real Madrid derrotou o Alavés por 2 a 1 neste sábado, fora de casa, no Estádio Mendizorroza, ultrapassou seu arquirrival Barcelona e assumiu provisoriamente a liderança do Campeonato Espanhol.

O Real Madrid tem, agora, 31 pontos, três a mais que o Barcelona, o vice-líder. A posição na ponta da tabela ainda não é definitiva porque o time catalão joga neste domingo contra o Atlético de Madrid, no encerramento da 15ª rodada, e retomará o posto caso vença a partida.

Bale foi a maior novidade na escalação do time titular depois de toda a polêmica envolvendo os amistosos com País de Gales. Ele teve atuação discreta e foi substituído por Rodrygo no segundo tempo.

O atacante foi alvo de muitas críticas da mídia espanhola ao comemorar no gramado a vaga de País de Gales na Eurocopa de 2020, no dia 19 deste mês, em Cardiff, enquanto alguns companheiros da equipe nacional seguravam logo à frente dele uma bandeira que continha o seu nome e trazia a palavra Madrid destacada como terceira prioridade para ele, atrás da seleção galesa e do golfe, esporte que é admirado pelo jogador.

A partida foi decidida com dois gols de jogadores de defesa. Após cobrança de falta do alemão Kroos, o capitão Sergio Ramos apareceu livre no meio da zaga para cabecear no canto direito e abrir o placar no início do segundo tempo.

O Alavés fez jogo duro e, em alguns momentos, foi superior. Conseguiu equilibrar o jogo depois de levar o primeiro gol e empatou a partida aos 19 minutos, de pênalti, cometido por Sergio Ramos em Joselu, e bem cobrado por Lucas Pérez, que deslocou Areola.

O Brasileiro Rodrygo entrou na vaga de Bale na metade da etapa final e iniciou a jogada do gol que decretou o triunfo do Real. Ele abriu na direita para o croata Modric, que cruzou em direção a Isco na segunda trave. O espanhol cabeceou para a defesa de Pacheco e a bola sobrou limpa para o lateral Carvajal empurrar para as redes.

Éder Militão na zaga, Marcelo na lateral esquerda e Casemiro como volante foram titulares no time de Zidane. Vinicius Junior permaneceu entre os reservas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora