Raí diz que não ‘troca o São Paulo por nada’ e rebate presidente do Corinthians


O diretor executivo de futebol do São Paulo, Raí, rebateu nesta terça-feira o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez. Na última segunda à noite, o mandatário alvinegro disse que o dirigente tricolor havia se oferecido para assumir a vaga de Edu Gaspar no cargo de coordenador técnico da seleção brasileira na CBF. O dirigente deixou o time nacional para trabalhar no Arsenal, da Inglaterra, e o seu posto já foi preenchido por Juninho Paulista como substituto, confirmado na semana passada.

“Primeiro, é lamentável ter de vir aqui falar sobre uma declaração do Andrés. Mas, enfim, falo em respeito à torcida do São Paulo. Todo mundo sabe que não sou de largar desafios no meio. Segundo, não troco o São Paulo por nada. Terceiro, se ele está falando de mim e do São Paulo, está preocupado com a gente. E, para terminar, todo mundo sabe que ele tem coisas mais graves para cuidar”, afirmou Raí, em um breve pronunciamento no CT da Barra Funda.

As declarações de Andrés foram proferidas na noite de segunda-feira, em entrevista ao canal Fox Sports. Durante o programa do qual participou, o presidente corintiano afirmou: “Ele estava pedindo, telefonando, para vir para a CBF no lugar do Edu. Falta de respeito com o torcedor do São Paulo, com o presidente do São Paulo. Antes do Juninho Paulista, ele ligava para a CBF para ficar no lugar do Edu. Falta de respeito com o São Paulo, com a instituição do São Paulo, com o presidente, que segura ele lá. Todo mundo sabe, é que vocês não são bem informados”.

Após as declarações de Andrés, Raí convocou a imprensa para dar este pronunciamento na tarde desta terça no CT, onde o elenco são-paulino treinou na tarde desta terça-feira visando o confronto com a Chapecoense, na próxima segunda, às 20 horas, no Morumbi, pela 11ª rodada do Brasileirão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora