Projeto apresentado convence zagueiro a fechar com o Tigre

Defensor chegou inicialmente para um período de avaliação, mas agradou a comissão técnica alvinegra


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
Wellerson em lance de jogo-treino; ele tem sido titular na equipe

Apalavrado com o Grêmio Catanduvense para o Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão, o zagueiro Wellerson, de 22 anos, chegou até a se apresentar no início do ano ao que seria a sua nova equipe, mas optou por mudar de ares e acertou sua chegada ao Rio Branco, no início do mês passado.

No Tigre, chegou inicialmente para um período de avaliação, mas agradou a comissão técnica nos jogos-treino, quando foi titular na vitória contra o Amparo (2 a 0) e no empate contra o Sub-23 da Ponte Preta (0 a 0) – em ambos os compromissos o time se comportou bem defensivamente, sem ser vazado.

“Ele foi um atleta regular, foi bem nas duas partidas que jogou. A gente tinha uma carência nesse setor do campo, e aí ele chegou, já foi direto pro jogo, nos agradou e queremos contar com ele para a competição”, disse o técnico Raphael Pereira ao LIBERAL.

O atleta tem passagens pelas categorias de base de Corinthians e Desportivo Brasil, e atuou no profissional do Patrocinense-MG e do CAP de Uberlândia-MG. “No Catanduvense não entramos em consenso na questão de contrato. Sem desmerecer nenhuma das equipes, mas o projeto que me propuseram aqui era muito melhor. Do elenco eu já conhecia alguns, e por isso optei por vir pra cá”, ressaltou Wellerson.

A oficialização dele ainda depende de questões contratuais, já que é um atleta que vem de outro estado e necessita de uma transferência de seu documento para estar apto a ser inscrito. “O Rio Branco é grande, não tem que estar na ‘Bezinha’, com todo respeito à competição e aos outros times. O primeiro objetivo é passar da primeira fase e ir assim até o final da competição, conseguindo o acesso e quem sabe o título”, completou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora