Por coronavírus, PSG x Dortmund será disputado sem público

França proibiu reuniões de mais de 1.000 pessoas, com algumas exceções; país registrou 1.126 casos do coronavírus no domingo


Foto: PSG.fr
O jogo está marcado para quarta-feira, no Parque dos Príncipes

A partida pela Liga dos Campeões entre o Paris Saint-Germain e o Borussia Dortmund será disputada sem torcedores por causa da disseminação do coronavírus, informou a polícia da cidade francesa nesta segunda-feira.

O jogo está marcado para quarta-feira, no Parque dos Príncipes. O Dortmund venceu o primeiro duelo da série válida pelas oitavas de final por 2 a 1. O PSG afirmou que foi comunicado da decisão e disse que o clube continua “totalmente mobilizado para organizar a partida nas melhores condições possíveis”.

A França proibiu reuniões de mais de 1.000 pessoas, com algumas exceções. O país registrou 1.126 casos do coronavírus no domingo, um aumento de 19% em relação ao dia anterior e o segundo maior número de casos na Europa depois da Itália. Até agora, 19 pessoas morreram no país.

Dois dos quatro jogos da Liga dos Campeões agendados para esta semana serão disputados sem torcida. As autoridades espanholas recomendaram restrições aos jogos envolvendo equipes de regiões da Itália com alto número de casos do Covid-19 e determinaram que a partida entre Valencia e Atalanta ocorra em um estádio vazio.

O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, recomendou que os organizadores considerem adiar os eventos previstos para atrair mais de mil pessoas, mas o porta-voz do governo da cidade de Leipzig, Matthias Hasberg, disse que a partida do RB Leipzig contra o Tottenham, nesta terça-feira, continuará tendo a presença de público. A partida do Liverpool contra o Atlético de Madrid também deve ser disputada com os torcedores presentes, na quarta-feira.

Os estádios vazios não são novidade na Liga dos Campeões, mas geralmente são uma punição da Uefa. O jogo de quarta-feira será o primeiro sem público no Parque dos Príncipes em 10 anos. A última vez que aconteceu, em março de 2010, isso ocorreu por causa de tumulto entre torcedores durante uma partida entre o PSG e o Olympique Marselha.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora