Peres contradiz Autuori e espera ver Cueva em campo antes do final de 2019


José Carlos Peres, presidente do Santos, e Paulo Autuori, superintendente de futebol do clube, não estão falando a mesma língua. Durante o programa “Mesa Redonda”, da TV Gazeta, domingo à noite, o principal dirigente do clube sugeriu que o técnico Jorge Sampaoli utilize o meia peruano Cueva nos últimos jogos da equipe no Campeonato Brasileiro. Na quinta-feira passada, Autuori afirmou que o atleta não vestiria mais a camisa santista em 2019.

“Cueva está treinando, esperamos que haja o bom senso dele jogar. Jogador do nível dele não pode ficar na reserva. Tem que valorizar o produto para poder negociar se for o caso”, afirmou Peres, referindo-se ao peruano, que está emprestado pelo Krasnodar (RUS) até janeiro e o contrato prevê pagamento de R$ 29 milhões.

Cueva voltou ao Santos na quarta-feira passada, após duas semanas no Peru, onde resolveu problemas particulares. O meia tem treinado no CT Rei Pelé em separado do grupo principal.

Para encontrar algum clube interessado em contratar Cueva para a temporada 2020,o Santos sabe que precisa manter o jogador em atividade para que não seja desvalorizado.

O meia peruano chegou à Vila Belmiro em fevereiro sob grande expectativa, também em razão do alto valor envolvido na transação, mas Cueva não respondeu em campo e ainda teve problemas disciplinares, tendo só entrado em campo apenas uma vez após a disputa da Copa América pela seleção peruana, em duelo com o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, em 14 de setembro. No total, foram, até agora, apenas 17 jogos disputados pela equipe.

Sampaoli e Autuori devem se reunir ainda esta semana para fazer o planejamento do próximo ano. O treinador exige reforços para que o time tenha condições de disputar títulos. Do contrário, o treinador poderá rescindir seu contrato, que tem validade até o fim do próximo ano.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora