Palmeiras joga no Peru com o Melgar por vaga e bom futebol

Delegação comandada pelo técnico Luiz Felipe Scolari viajou ao Peru sem Ricardo Goulart


Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação
A presença nas oitavas de final seria um prêmio para o clube

Depois de duas semanas sem jogar e com tempo livre para treinar, o Palmeiras tenta nesta quinta-feira, em Arequipa, no Peru, mostrar evolução técnica e conseguir classificação antecipada para as oitavas de final da Copa Libertadores. A equipe enfrenta o Melgar, a partir das 23 horas (de Brasília), com a necessidade de um empate para garantir vaga na próxima fase.

A presença nas oitavas de final seria um prêmio para o clube. Há duas semanas, quando entrou em campo pela última vez e venceu o Junior Barranquilla, no Allianz Parque, o Palmeiras teve o ônibus atingido por pedras na chegada ao seu estádio. A raiva de alguns torcedores na ocasião, motivada principalmente pela eliminação na semifinal do Campeonato Paulista, surpreendeu o elenco.

Desde aquele episódio, a equipe se concentrou em treinos fechados na Academia de Futebol, teve rotina discreta e trabalhou para conseguir arrumar falhas. O time, contudo, considera que o período não terá sido importante caso os resultados não venham. “Se vencermos, será mil maravilhas. Se não vencermos, para que serviram então duas semanas de treino? Trabalhamos bastante e estamos bem preparados”, comentou o volante Felipe Melo.

O jogo na altitude de 2,3 mil metros é uma decisão para as duas equipes. A duas rodadas do fim da fase de grupos, o Melgar precisa vencer os confrontos restantes e ainda torcer por derrotas do Palmeiras para avançar. Já o atual campeão brasileiro está em situação mais favorável e garante vaga apenas com empate.

“O Melgar é um time que jogará todas as fichas nesta partida. A única oportunidade de a equipe se classificar passa por ganhar. A gente sabe que será muito difícil e importante. Vamos encarar como uma final”, disse Felipe Melo. Em 8 de maio, o Palmeiras encerra a etapa de grupos diante do San Lorenzo, da Argentina, no Allianz.

A delegação comandada pelo técnico Luiz Felipe Scolari viajou ao Peru sem Ricardo Goulart. O atacante, mais uma vez, permaneceu em São Paulo, na Academia de Futebol, para aprimorar seu condicionamento físico, que ficou debilitado devido à grave lesão no joelho direito. Os meias Zé Rafael e Moisés brigam pela vaga do colega. Os dois foram os substitutos acionados por Felipão nas últimas ocasiões.

O jogo no Peru marca o início de uma nova maratona para o clube. A partir desta quinta, o Palmeiras terá 13 partidas em menos de 50 dias, até o calendário ter uma parada para a realização da Copa América. A série vai incluir dois jogos pela Libertadores, dois confrontos pelas oitavas de final da Copa do Brasil e mais nove compromissos pelo Campeonato Brasileiro, que começa no fim de semana.

TRANSMISSÃO – A partida no Peru apresenta uma novidade para o torcedor palmeirense. Pela primeira vez o clube terá um jogo oficial transmitido apenas pelo Facebook, novidade na edição da Libertadores deste ano. A página oficial da Confederação Sul-Americana será o endereço virtual para o duelo. Este ano, outros times brasileiros tiveram jogos exibidos nesta plataforma, casos de Cruzeiro e Flamengo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora