Otimista, Barroca prevê fim de jejum do Botafogo no Rio: ‘Temos tudo para vencer’


O técnico Eduardo Barroca demonstrou otimismo nesta sexta-feira, durante entrevista coletiva, ao projetar a possibilidade de o Botafogo quebrar a sequência de três jogos sem vitória no Rio em confrontos do Campeonato Brasileiro. A equipe buscará este objetivo neste domingo, às 16 horas, diante do Athletico-PR, no Engenhão. O time não vence na capital fluminense desde 2 de junho, quando bateu o Vasco por 1 a 0, pela sétima rodada da competição. Depois vieram três derrotas consecutivas em solo carioca, para Grêmio, Santos e Flamengo.

“O momento do Athletico-PR é muito bom, e o Tiago (Nunes, técnico do time paranaense) está fazendo um trabalho muito bom. Uma sequência de trabalho muito forte. Se não é a principal, é uma das três equipes mais organizadas e com consciência coletiva (do Brasil). Vai ser muito difícil, precisamos nos impor, com atitude, mas temos tudo para sair daqui com a vitória”, disse o treinador botafoguense, que preferiu não lamentar as ausências do zagueiro Gabriel e do meio-campista Alex Santana.

“Tenho total confiança nos jogadores que eu vou colocar para jogar, os que estão no banco. Vamos nos impor para conseguir a vitória”, afirmou Barroca, que confirmou a escalação do argentino Carli, recuperado de uma lesão muscular na coxa direita, e fará dupla de zaga com Marcelo Benevenuto, que foi titular na vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, no último domingo, em Florianópolis. Para a vaga no meio de campo, o escolhido foi Gustavo Bochecha.

Em 13 jogos disputados neste Brasileirão, o Botafogo marcou apenas 12 gols e também sofreu o mesmo número, o que causa um saldo de zero. O desempenho do setor ofensivo incomoda o treinador. “Preocupa muito pouco quem está fazendo gols, incomoda muito pouco o elemento que vai fazer o gol. Eu me preocupo com o que a gente precisa desenvolver. Daqui a pouco, nossos atacantes vão fazer os gols. O gol vai sair naturalmente.”

O nono lugar na classificação, com 19 pontos, 13 atrás do líder Santos, deixa Barroca otimista com relação ao futuro do time no campeonato. “Não tenho a menor dúvida de que podemos brigar pelas primeiras posições. O que a gente trabalha, a aplicação dos jogadores… A gente já esteve em uma posição melhor do que a atual, mas entendo que podemos emplacar uma sequência nesse segundo ciclo e subir”, reforçou.

O Botafogo deve entrar em campo no domingo com a seguinte formação: Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Marcelo Benevenuto e Gilson; Gustavo Bochecha, Cícero e João Paulo; Luiz Fernando, Rodrigo Pimpão e Diego Souza.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora