Onipresente, Lucas Veríssimo só não jogou pelo Santos no Brasileiro por suspensão


No Campeonato Brasileiro, só os cartões tiram Lucas Veríssimo da equipe titular do Santos. Advertido com um amarelo, o seu sexto nesta edição do torneio, na derrota por 2 a 0 para o Atlético Mineiro, domingo, em Belo Horizonte, o zagueiro precisará cumprir suspensão automática e desfalcará o time no clássico com o Corinthians, na arena do rival em Itaquera, pela 28ª rodada, no próximo sábado.

Embora o rodízio nas escalações seja uma constante de Jorge Sampaoli e ele use com frequência outros três zagueiros – Gustavo Henrique, Felipe Aguilar e Luan Peres -, Lucas Veríssimo está em alta com o treinador, tanto que é o jogador da posição mais utilizado pelo argentino no Brasileirão – 24 dos 27 jogos já disputados, todos coo titular.

Lucas Veríssimo, inclusive, nunca foi substituído nesses compromissos. E só não ficou em campo nos 90 minutos de todos eles por ter sido expulso duas vezes, na derrota por 1 a 0 para o Botafogo, em 21 de julho, e na vitória por 2 a 0 sobre o CSA, em 29 de setembro.

Evidentemente, nos jogos seguintes a essas expulsões, Lucas Veríssimo desfalcou o Santos, algo que também aconteceu após alcançar a sua primeira série de três cartões amarelos, curiosamente também após um duelo com o Atlético-MG, o triunfo por 3 a 1 na Vila Belmiro, em 9 de junho. Assim, como havia ocorrido no primeiro turno, Lucas Veríssimo voltará a ficar fora de um clássico contra o Corinthians.

No último domingo, assim como toda a equipe do Santos, Lucas Veríssimo não teve atuação destacada. O zagueiro esteve deslocado para a lateral direita em vários momentos da partida. Mas teve alguma dificuldade na marcação e foi peça nula no campo de ataque.

A ausência de Lucas Veríssimo em mais um clássico contra o Corinthians deverá fazer Gustavo Henrique igualá-lo como zagueiro mais utilizado por Sampaoli no Brasileirão, pois até agora disputou 23 jogos no torneio, um a menos do que o companheiro. E a sua escalação contra o Corinthians parece ser certa.

Assim, resta saber se Sampaoli utilizará contra o Corinthians um sistema tático com três ou dois zagueiros. Independentemente da escolha, Aguilar e Luan Peres despontam como principais candidatos a atuarem ao lado de Gustavo Henrique. E Lucas Veríssimo deverá retornar no compromisso seguinte, em 31 de outubro, contra o Bahia, na Vila Belmiro.

Com a derrota em Belo Horizonte, o Santos parou nos 51 pontos, em terceiro lugar no Brasileirão. Nesta segunda-feira, o elenco vai treinar na Toca da Raposa II, CT do Cruzeiro, antes de voltar para a Baixada.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora