Na reapresentação do Grêmio, presidente cobra que 2019 seja melhor do que 2018

Os jogadores do Grêmio se reapresentaram nesta quinta-feira, dando início aos treinamentos para a temporada 2019. Antes dos trabalhos, o…


Os jogadores do Grêmio se reapresentaram nesta quinta-feira, dando início aos treinamentos para a temporada 2019. Antes dos trabalhos, o elenco foi cobrado pelo presidente Romildo Bolzan Júnior. “O ano de 2018 foi muito bom e 2019 tem de ser melhor”, disse o dirigente, ouvido por todos os jogadores e pelo técnico Renato Gaúcho.

O dirigente destacou a empatia “que existe no clube entre jogadores, diretoria e torcida” como um dos diferenciais para o clube conseguir atingir todos os seus objetivos em 2019.

No ano passado, o Grêmio foi campeão gaúcho e campeão da Recopa Sul-Americana, mas caiu nas quartas de final da Copa do Brasil, nas semifinais da Copa Libertadores e foi o quarto colocado no Campeonato Brasileiro.

Bolzan aproveitou para cutucar os rivais Flamengo e Palmeiras, em melhores condições financeiras. “O dinheiro ajuda, mas não é tudo no futebol. O que ganha títulos são confiança, determinação, pegada e fidelidade.”

O goleiro Júlio César (ex-Fluminense), que ainda não foi oficializado como reforço, e o volante Rômulo (ex-Flamengo) foram os destaques na reapresentação da equipe. A diretoria do clube gaúcho também negocia a contratação do atacante Felipe Vizeu (Udinese), do lateral-esquerdo Emmanuel Mas (Boca Juniors) e do meia argentino Walter Montoya (Cruz Azul). O clube também não desistiu do meia Thiago Neves, do Cruzeiro.

A estreia do Grêmio no Campeonato Gaúcho será diante do Novo Hamburgo, dia 20 de janeiro, no estádio do Vale. Renato Gaúcho vai utilizar uma equipe reserva.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora