Na reapresentação do Grêmio, presidente cobra que 2019 seja melhor do que 2018

Os jogadores do Grêmio se reapresentaram nesta quinta-feira, dando início aos treinamentos para a temporada 2019. Antes dos trabalhos, o…


Os jogadores do Grêmio se reapresentaram nesta quinta-feira, dando início aos treinamentos para a temporada 2019. Antes dos trabalhos, o elenco foi cobrado pelo presidente Romildo Bolzan Júnior. “O ano de 2018 foi muito bom e 2019 tem de ser melhor”, disse o dirigente, ouvido por todos os jogadores e pelo técnico Renato Gaúcho.

O dirigente destacou a empatia “que existe no clube entre jogadores, diretoria e torcida” como um dos diferenciais para o clube conseguir atingir todos os seus objetivos em 2019.

No ano passado, o Grêmio foi campeão gaúcho e campeão da Recopa Sul-Americana, mas caiu nas quartas de final da Copa do Brasil, nas semifinais da Copa Libertadores e foi o quarto colocado no Campeonato Brasileiro.

Bolzan aproveitou para cutucar os rivais Flamengo e Palmeiras, em melhores condições financeiras. “O dinheiro ajuda, mas não é tudo no futebol. O que ganha títulos são confiança, determinação, pegada e fidelidade.”

O goleiro Júlio César (ex-Fluminense), que ainda não foi oficializado como reforço, e o volante Rômulo (ex-Flamengo) foram os destaques na reapresentação da equipe. A diretoria do clube gaúcho também negocia a contratação do atacante Felipe Vizeu (Udinese), do lateral-esquerdo Emmanuel Mas (Boca Juniors) e do meia argentino Walter Montoya (Cruz Azul). O clube também não desistiu do meia Thiago Neves, do Cruzeiro.

A estreia do Grêmio no Campeonato Gaúcho será diante do Novo Hamburgo, dia 20 de janeiro, no estádio do Vale. Renato Gaúcho vai utilizar uma equipe reserva.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!