Na estreia do técnico Sylvinho, Lyon bate Monaco por 3 a 0 na abertura do Francês


No jogo que marcou a estreia oficial do técnico Sylvinho à frente do Lyon, o time fez bonito ao vencer o Monaco por 3 a 0, fora de casa, nesta sexta-feira, no confronto que abriu a edição 2019/2020 do Campeonato Francês.

Ex-auxiliar de Tite na seleção brasileira, o treinador assumiu o comando no fim de maio, quando Juninho Pernambucano, ídolo do clube pelo qual conquistou um histórico heptacampeonato francês, também foi confirmado como novo diretor esportivo da equipe.

Atuando como visitante, o Lyon abriu o placar do duelo desta sexta já aos 5 minutos do primeiro tempo, com um gol de cabeça do atacante Moussa Dembélé, que completou para as redes um escanteio cobrado por Bertrand Traore.

E a situação dos anfitriões começou a se complicar ainda mais aos 30 minutos, quando o volante Cesc Fábregas foi expulso por um pisão na panturrilha esquerda do lateral-direito Leo Dubois. Inicialmente, o árbitro sacou um cartão amarelo para punir o jogador espanhol. Porém, após rever o lance por meio do VAR (arbitragem de vídeo), mudou a sua decisão e aplicou o vermelho ao atleta.

Com um homem a mais em campo, o Lyon ampliou o placar ainda no primeiro tempo, aos 36 minutos, com um gol marcado pelo atacante holandês Memphis Depay, que acertou uma finalização em que a bola passou entre as pernas de Benjamin Lecomte, novo goleiro do Monaco, recém-contratado junto ao Montpellier.

Na etapa final, Lecomte praticou boas defesas e impediu que o time monegasco sofresse uma derrota ainda mais expressiva, mas não conseguiu evitar o terceiro gol dos visitantes, aos 35 minutos, quando o volante brasileiro Thiago Mendes deu assistência para o meio-campista Lucas Tousart definir o placar final.

Com o ótimo resultado na estreia, o Lyon mostrou força antes de fazer o seu primeiro jogo em casa pelo Francês, na próxima sexta-feira, contra o Angers. No dia seguinte, o Monaco tentará buscar a reabilitação contra o Metz, atuando como visitante. O clube iniciou mal o torneio depois de ter lutado contra o rebaixamento até o final da edição passada da competição, na qual terminou sua campanha em 17º lugar, logo acima da zona do descenso à segunda divisão.

Atual bicampeão nacional, o Paris Saint-Germain começará a defender o seu título no domingo, quando enfrenta o Nimes, em casa, às 16 horas (de Brasília), no estádio Parque dos Príncipes.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora