Moyes deixa West Ham após manter time na elite do futebol inglês

Manter o West Ham na elite do futebol inglês não foi suficiente para render a David Moyes um novo contrato…


Manter o West Ham na elite do futebol inglês não foi suficiente para render a David Moyes um novo contrato com o clube de Londres. A equipe anunciou nesta quarta-feira a saída do treinador e afirmou que um novo técnico será contratado nos “próximos dez dias”.

Moyes chegou ao West Ham em novembro com um contrato até o final da temporada e levou o time da zona de rebaixamento para o 13º lugar ao término do torneio, no domingo. Agora, porém, o clube está procurando uma “figura de alto calibre” para “levar o West Ham a avançar de acordo com nossas ambições.”

“Tendo feito um balanço da situação e refletido agora sobre a campanha, o presidente da West Ham, David Sullivan, disse: ‘sentimos que o correto é nos mover em uma direção diferente”, acrescentou o clube.

Moyes ao menos reconstruiu sua reputação como treinador, que havia sido manchada por trabalhos sem sucesso no comando de Manchester United, Real Sociedad e do Sunderland desde que deixou o Everton em 2013.

O treinador escocês conseguiu recuperar o atacante austríaco Marko Arnautovic, que marcou 11 gols nas últimas 23 rodadas do Campeonato Inglês e lidou bem com o aspecto psicológico, ajudando a recuperar a moral do elenco, que foi colocado sob pressão, especialmente após a invasão de campo em protesto de torcedores durante a derrota por 3 a 0 para o Burnley.

Os assistentes de Moyes, Alan Irvine, Stuart Pearce e Billy McKinlay, também deixaram o clube. “Ao longo de seu tempo aqui, David se portou com dignidade e honestidade e todos nós consideramos que foi um prazer trabalhar com ele”, disse Sullivan.

As informações da imprensa inglesa são de que o português Paulo Fonseca, hoje à frente do Shakhtar Donetsk, já estaria em conversações com a diretoria, sendo o favorito para sucedê-lo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!