Morre Flamarion, técnico do Rio Branco em 1994

Flamarion também passou por clubes como Guarani, Ponte Preta, Santa Cruz, Portuguesa e Avaí, além do Al-Wakha, do Catar


Primeiro treinador a comandar o Rio Branco numa competição nacional, Flamarion Nunes Tomazolli morreu na madrugada desta segunda-feira, em Ouro Fino (MG), aos 68 anos.

Foto: Claudio Gioria / Arquivo
Flamarion foi técnico do Tigre no 1º nacional

O ex-técnico faleceu em decorrência de complicações no tratamento de uma hepatite, conforme nota divulgada pela Ponte Preta, um dos clubes em que ele trabalhou. Flamarion estava internado na Santa Casa da cidade mineira, onde atuava na prefeitura como coordenador de Esportes.

Ele esteve à frente do Tigre em 1994, na Série C do Campeonato Brasileiro, e foi quem lançou Sinha na equipe, de acordo com o jornalista e historiador Claudio Gioria. Flamarion também passou por clubes como Guarani, Ponte Preta, Santa Cruz, Portuguesa e Avaí, além do Al-Wakha, do Catar.

Kalé

O futebol teve outra perda neste fim de semana. Primeiro negro a jogar no futebol japonês, Dorival Carlos Esteves, o Kalé, morreu no domingo, em Americana. Ele morava na cidade, no bairro Monte Carlo, e tinha 73 anos.

A Funerária Americana, que fez o atendimento do ex-atleta, não soube informar a causa da morte. O sepultamento dele aconteceu nesta segunda-feira, no Cemitério Parque Gramado. Ex-lateral-direito, Kalé defendeu o Yanmar Diesel, do Japão, entre 1968 e 1973, segundo o portal Terceiro Tempo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora