Mbappé e Di María decidem, PSG bate Rennes de virada e leva a Supercopa da França


Sem Neymar, suspenso, o francês Mbappé e o argentino Di María assumiram o protagonismo e decidiram a favor do Paris Saint-Germain neste sábado. A dupla marcou os dois gols e comandaram a vitória de virada por 2 a 1 sobre o Rennes que garantiu o título da Supercopa da França.

Suspenso por agredir um torcedor após sua equipe perder a final da Copa da França para o mesmo Rennes, em maio, Neymar assistiu ao jogo da tribuna do estádio em Shenzhen, na China. O astro brasileiro, que segue com seu futuro indefinido, não se empolgou muito com o título, o sétimo seguido do torneio conquistado pelo Paris Saint-Germain.

Ao todo, a equipe de Paris tem, agora, nove conquistas da Supercopa da França, e se tornou o maior vencedor da história da competição, superando o Lyon, que tem oito taças.

O time do técnico alemão Thomas Tuchel, que escalou boa parte de seus titulares, encarando com seriedade a partida, não fez um bom primeiro tempo e foi surpreendido pelo Rennes, que abriu o placar aos 13 minutos com o volante Adrien Hunou. Ele apareceu sozinho para escorar cruzamento de primeira e deixar sua equipe em vantagem.

Thiago Silva começou o jogo no banco e Marquinhos, como titular. O defensor brasileiro foi escalado de volante e teve papel fundamental no triunfo de virada. Foi dele o bonito lançamento em profundidade para o meia espanhol Pablo Sarabia, contratado para esta temporada, encontrar Mbappé livre na pequena área. O atacante francês, sem marcação, empurrou para o gol e empatou a partida aos 11 minutos do segundo tempo.

Acionado da etapa final depois de começar o jogo entre os suplentes, Di María resolveu o jogo para o PSG. Com Cavani apagado, coube ao meia argentino marcar o gol da virada do time. Ele saiu em linda cobrança de falta que encontrou o ângulo esquerdo aos 28 minutos. No tempo restante, a equipe parisiense administrou a vantagem sem problemas até o apito final.

Ainda sem saber se contará ou não com Neymar, o PSG estreia no Campeonato Francês contra o Nîmes, no dia 12 de agosto, domingo, no Parque dos Príncipes. O time de Paris é o atual bicampeão nacional.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora