Mauro Icardi revela que fica na Inter de Milão e alfineta dirigentes do clube

O argentino Mauro Icardi está no centro de uma polêmica na Itália, onde veste a camisa da Inter de Milão.…


O argentino Mauro Icardi está no centro de uma polêmica na Itália, onde veste a camisa da Inter de Milão. Tudo começou após o atacante perder a braçadeira de capitão do time, há duas semanas, e não viajar junto com elenco, o que aumentou os rumores sobre a sua possível não renovação e envolveu até mesmo a mulher e empresária do jogador, Wanda Nara, acusada de dificultar o acerto.

O carro da esposa foi apedrejado e o jogador não atuou nas últimas partidas do clube pelo Campeonato Italiano e pela Liga Europa, mas resolveu se posicionar por meio de seu Instagram nesta sexta-feira. O argentino anunciou que não vai deixar a Inter de Milão e pediu respeito aos dirigentes do clube.

“É nos momentos mais difíceis que o verdadeiro amor se revela. E foi em um desses momentos que eu decidi ficar na Inter, com a Inter (…) Apesar de tudo, eu sempre quis ficar, pelo amor que tenho a essas cores. Recusei ofertas que dificilmente algum jogador profissional teria recusado”, contou.

De acordo a imprensa espanhola, o Real Madrid deixou de ter interesse em contratar Icardi por causa do comportamento da sua esposa e agente. A Juventus ainda teria interesse em contar com o atacante. Na carta publicada nas redes, o jogador também aproveitou para colocar em dúvida o respaldo dos dirigentes do clube italiano.

“Neste momento não sei se haverá amor e respeito em relação à Inter e a mim pelas pessoas que tomam as decisões. Não sei se haverá o desejo de agir e resolver as coisas só e exclusivamente pensando na Inter. Muitas coisas podem acontecer numa família, coisas boas e ruins. E por amor, pode aguentar muito, de tudo. Mas o respeito nunca pode faltar”, escreveu.

Na semana passada, o técnico Luciano Spalletti deu uma advertência ao argentino por ele e pessoas ao seu redor estarem falando da polêmica nas redes sociais. “Alguns problemas não se resolvem com chat, vídeos e likes, mas com palavras e estando junto, com contato real”, disse. “Menos redes sociais e mais realidade”, ressaltou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!