Maranhão leva seis partidas de gancho

Volante do Rio Branco foi condenado por ter, segundo a arbitragem, invadido o campo e agredido o adversário


O volante Maranhão, do Rio Branco, tomou seis partidas de gancho por ter, segundo a arbitragem, invadido o campo e agredido o adversário no último dia 6, em duelo válido pelo Paulista Sub-23 Segunda Divisão. A punição foi determinada pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) na segunda-feira.

Ele cometeu as infrações no jogo de volta das quartas de final do torneio, contra o Fernandópolis, e portanto recebeu cartão vermelho. Naquela ocasião, o Tigre perdeu por 3 a 0 e se despediu do campeonato.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
A punição foi determinada pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) na segunda-feira

O TJD também julgou, na mesma sessão, os outros três atletas do Rio Branco que foram expulsos na partida: o zagueiro William, o volante Kayo e o atacante Thiago.

De acordo com o Tribunal, por ter desrespeitado o árbitro Marcio Henrique de Gois, Thiago pegou dois jogos de suspensão, assim como Kayo, que teria agido de forma contrária à disciplina ou à ética desportiva.

Quanto a William, os auditores o suspenderam apenas por uma partida, pena que já é automática nos casos de expulsão. Ele levou o vermelho por ter impedido, com falta, uma “oportunidade clara e manifesta de gol”, conforme consta na súmula.

Num primeiro momento, os julgamentos estavam previstos para o último dia 14, mas o TJD decidiu adiá-los para esta semana.

Os quatro jogadores têm contrato com o clube até o próximo mês. Deles, somente Kayo, por questão de idade, não poderá disputar a Segunda Divisão em 2020. A diretoria ainda não definiu o futuro deles e nem dos demais atletas que integraram o elenco riobranquense nesta temporada.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora