Liverpool bate Cardiff por 2 a 0 e ultrapassa City na ponta do Campeonato Inglês


Com dois gols no segundo tempo, o Liverpool venceu o Cardiff por 2 a 0, fora de casa, neste domingo, e retomou a liderança do Campeonato Inglês, ultrapassando o Manchester City. Com os resultados da 35ª rodada, a equipe treinada por Jurgen Klopp chega aos 88 pontos, 2 a mais que os comandados de Pep Guardiola, que têm um jogo a menos. A partida atrasada é justamente contra o rival Manchester United, em clássico remanejado para a próxima quarta-feira, no estádio Old Trafford, do time vermelho.

Apesar da vitória, o Liverpool teve um confronto um pouco mais difícil do que se esperava. Brigando contra o rebaixamento, o Cardiff endureceu o jogo em seus domínios e levou dificuldades ao time de Roberto Firmino, que desperdiçou muitas oportunidades no primeiro tempo.

Foi do brasileiro, aliás, a primeira chance de gol da partida, aos 21 minutos na metade inicial: o atacante recebeu de Sadio Mané dentro da grande área e bateu de esquerda, por cima do gol adversário. Nove minutos depois, foi a vez do ponta senegalês mandar por cima, após receber cruzamento de Alexander-Arnold. Aos 33, Mohamed Salah desperdiçou, parando no goleiro anglo-filipino Neil Etheridge.

Do outro lado, Alisson também teve que mostrar serviço. Aos 43, o brasileiro precisou se esticar todo para salvar o Liverpool, após boa finalização do centroavante senegalês Oumar Niasse. No fim da primeira etapa, 0 a 0 no placar, resultado negativo para ambas as equipes, especialmente o Liverpool, que seguia na caça ao Manchester City.

Depois do intervalo, os comandados de Jurgen Klopp tiveram mais sorte. Logo aos 10, veio o primeiro gol: após escanteio da direita, a bola sobrou para o meia holandês Georginio Wijnaldum, que bateu forte de primeira para estufar a rede. Placar inaugurado e alívio para os visitantes.

Em seguida, o volante e capitão Jordan Henderson ainda perderia boa oportunidade para ampliar. Mas o coração da torcida do Liverpool seria ainda mais testado quando Alisson saiu mal do gol e quase permitiu que o zagueiro Sean Morrison empatasse.

Os visitantes só ficariam mais tranquilos aos 35: dentro da área, Salah foi derrubado por Morrison e a arbitragem marcou pênalti. James Milner, que entrou no segundo tempo, deslocou o goleiro com maestria e sacramentou o triunfo do Liverpool, invicto há 18 jogos por todas as competições.

Na próxima rodada, antepenúltima do Campeonato Inglês, o líder receberá o lanterna e rebaixado Huddersfield, em Anfield, na sexta-feira, às 16h. No dia seguinte, o Cardiff, que amarga a 18ª posição e abre a zona da degola com 31 pontos (a três do Brighton), visita o Fulham, também rebaixado, às 11 horas.

O primeiro confronto contra o Barcelona pela semifinal da Liga dos Campeões acontece somente na outra quarta-feira, 1º de maio, na Catalunha. A volta é em Liverpool, no dia 7, terça-feira.

Em outra partida do Campeonato Inglês, o Arsenal perdeu em casa para o Crystal Palace por 3 a 2, em clássico londrino recheado de gols. Com a derrota, os mandantes estacionam nos 66 pontos, em quarto lugar. Com a mesma pontuação, o Chelsea pode ultrapassar os rivais e entrar na zona de classificação à Liga dos Campeões, caso vença o Burnley nesta segunda-feira, às 16h, em Stamford Bridge. Já o Crystal Palace segue no meio da tabela, em 12º, com 42 pontos.

O time de Selhurst Park abriu o placar aos 16 minutos da primeira etapa, com o centroavante belga Christian Benteke, que cabeceou para as redes após cobrança de falta da intermediária direita. Logo no segundo minuto da metade complementar, o atacante francês Alexandre Lacazette lançou Mesut Ozil pela esquerda da grande área e o meia alemão chutou forte para empatar.

Aos 15, porém, veio o segundo do Palace: após tiro de meta, Benteke deu casquinha e o marfinense Wilfried Zaha superou a marcação para ampliar. Oito minutos depois, 3 a 1: depois de escanteio pela direita, a bola desviada foi desviada perto da marca da cal e o volante escocês James McArthur completou de cabeça. Aos 31, o Arsenal fez o último gol do jogo: o atacante gabonês Pierre-Emerick Aubameyang fez boa jogada pela direita e aproveitou rebote para chutar no canto e fechar o placar em 3 a 2.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!