Kayo nega discussão com torcedores após partida

Capitão do time afirmou que pediu paciência para algumas pessoas na arquibancada, após a derrota


Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal.JPG
Na página do Rio Branco no Facebook, internautas criticaram Kayo por, supostamente, ter tirado satisfação com torcedores

O volante Kayo negou ter discutido com torcedores do Rio Branco após a derrota por 2 a 1 para o Marília, neste sábado, no Décio Vitta. Capitão do time, o jogador afirmou, nesta segunda-feira, que apenas pediu paciência à torcida.

O atleta foi em direção à arquibancada depois do apito final. Segundo ele, naquele momento, o atacante Davi batia boca com um grupo que estava na geral. Kayo disse que tirou o companheiro daquele local e conversou com os torcedores envolvidos na discussão.

“Teve torcedor que falou que ia pegar ele [Davi] lá fora, e eu fui pedir calma. Os torcedores entenderam. Foi uma conversa apenas”, contou o volante, em entrevista coletiva.

O caso repercutiu nas redes sociais. Na página do Rio Branco no Facebook, internautas criticaram Kayo por, supostamente, ter tirado satisfação com torcedores.

Nesta segunda, o meio-campista também justificou por que, em determinados momentos, prende demais a bola. Diante do Marília, houve lances em que, por causa disso, ele acabou desarmado. Torcedores se incomodaram com essa postura.

Kayo argumentou que, por vezes, se sente obrigado a ajudar a equipe ofensivamente. “A minha função é marcar, mas eu me sinto na obrigação de ajudar”, comentou.

Rio Branco e Marília se enfrentaram pela terceira rodada da segunda fase do Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão. Com a derrota, o Tigre de Americana estacionou nos três pontos e caiu da segunda para a terceira posição.

REENCONTRO. As equipes voltam a se encontrar nesta sexta, às 20 horas, em Marília. Para o técnico do Rio Branco, Marcos Campangnollo, os jogadores não podem repetir os erros que cometeram na última partida. “Se repetirem, é burrice”, destacou.

Dois atletas se contundiram no sábado e estão em recuperação: o lateral-esquerdo Leandro Guizi e o volante Rafael Cursino, ambos com um edema no joelho. O departamento médico vai avaliá-los ao longo da semana.

O meia Felipinho, por outro lado, treinou normalmente nesta segunda. Contra o Marília, ele saiu de campo ainda no primeiro tempo, com um desconforto estomacal.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora