Justiça livra União de pagar policiamento

De acordo com borderôs publicados pela FPF, clube já gastou R$ 19,2 mil com taxas em sete jogos neste ano


A Justiça acatou o recurso impetrado pelo União Barbarense e isentou o clube de pagar as taxas de policiamento nos jogos que fizer no estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães. No começo de dezembro, o departamento jurídico do Leão da 13 entrou com ação na 3ª Vara Cível de Santa Bárbara d’Oeste, se espelhando em casos de times que obtiveram sentenças favoráveis recentemente, como Rio Branco, Corinthians, Palmeiras, Ponte Preta, Botafogo-SP, Comercial, Inter de Limeira e XV de Piracicaba.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Equipe de policiamento acompanha membros da arbitragem em partida no Antonio Guimarães

A liminar chegou a ser negada em primeira instância, mas o agravo de instrumento foi aceito na semana passada. O argumento jurídico é que a segurança no futebol não pode ser cobrada dos clubes porque, na teoria, o policiamento seria dever do próprio Estado, que já envia oficiais a outros eventos que englobam multidões, como passeatas ou shows musicais.

Conforme constam nos borderôs publicados pela FPF (Federação Paulista de Futebol), o União já gastou R$ 19,2 mil com taxas de policiamento nas sete primeiras partidas que fez em casa no Campeonato Paulista da Série A3 – sem incluir o valor gasto no jogo do último sábado (10) contra o Desportivo Brasil, que ainda não teve seu borderô divulgado. O Leão da 13 tem ainda mais duas partidas em Santa Bárbara até o término da A3. Em ambas, não precisará mais gastar com as taxas, que giram em torno de R$ 3 mil em média.

PROMOÇÃO. De olho no importante compromisso deste sábado contra o Capivariano, às 16 horas, a diretoria unionista resolveu fazer uma promoção. A partir de hoje, o clube comercializará pares ingressos por R$ 20, uma média de R$ 10 cada, em seis pontos de venda: secretaria do clube social, padaria Bella Pane, Bar do Joma, Tony Sport, Conceito Sports (Zona Leste) e R.A. Informática (Santa Rita).

No último sábado, o União teve seu pior público em casa na temporada, com apenas 148 pagantes no estádio Antonio Guimarães. O Leão da 13 cobrava, até então, os ingressos mais caros do campeonato, no valor de R$ 40 (arquibancadas descobertas) a R$ 80 (cadeiras) – e metade do valor para quem tem direito a meia-entrada.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!