Jogadores do Grêmio fazem autocrítica após virada do Flu

O Grêmio chegou a abrir uma diferença de 3 a 0 sobre o Fluminense em apenas 30 minutos, mas levou a virada jogando em casa


O Grêmio chegou a abrir uma diferença de 3 a 0 sobre o Fluminense em apenas 30 minutos, levou a virada, chegou a buscar o 4 a 4, mas foi derrotado por 5 a 4 neste domingo. O atacante Everton, autor de um dos gols gremistas, foi o mais incisivo na hora de comentar a reação concedida ao adversário. “A gente não pode fazer três gols e levar a virada. É inadmissível”, disse o jogador, repetidas vezes.

Foto: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Grêmio foi derrotado por 5 a 4 neste domingo

A noite atípica na Arena do Grêmio terminou com o zagueiro Kannemann questionando o árbitro Raphael Claus, que descartou, após consulta ao VAR, a possibilidade de marcar um pênalti a favor do time gaúcho no último minuto dos acréscimos. O lance poderia significar o empate.

Apesar do questionamento, o próprio Kannemann evitou colocar a culpa do resultado na arbitragem e preferiu criticar o desempenho da própria equipe, justamente pelo fato de ter sofrido uma virada tão improvável.

“Foi culpa nossa, estávamos ganhando por 3 a 0 e não conseguimos segurar o jogo. Foi um jogo bom, não perdemos por culpa do árbitro, claramente que não, mas fomos até ele apenas para perguntar sobre algumas coisas que tivemos dúvidas, só isso”, revelou o defensor.

Nos vestiários, mais calmo, Renato Gaúcho também isentou a arbitragem e assumiu a culpa junto com seus jogadores. “Todos nós erramos. Mas não podemos dar mole depois de abrir 3 a 0 em 30 minutos de jogo. Alguns jogadores deixaram de competir e isso nos complicou. Já cobrei o grupo, vou falar com todos os jogadores de novo amanhã e temos que parar de cometer estas bobeiras”, disse Renato.

Ele também fez questão de enaltecer a reação do Fluminense, como também os adversários anteriores no Campeonato Brasileiro, como Santos e Avaí. “Eles também tiveram méritos, mas acontece que perdemos oito pontos e vamos ter que recuperar rapidamente”, enfatizou.

Agora, o Grêmio foca na disputa da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, o tricolor gaúcho decide a classificação à próxima fase em duelo contra a Universidad Católica, a partir das 19h15 desta quarta-feira, na Arena do Grêmio. Um empate serve para avançar no Grupo H. Grêmio e Universidad têm os mesmos sete pontos, mas o Grêmio leva vantagem no saldo de gols (2 a -2). O Libertad, do Paraguai, já está classificado com 12 pontos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora