João Paulo recebe pena mínima e está liberado para defender Botafogo no clássico


O volante João Paulo foi punido nesta segunda-feira com apenas uma partida de suspensão, pena mínima aplicada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por sua expulsão em jogo contra o Juventude, pela Copa do Brasil, e com isso está liberado para defender o Botafogo no clássico diante do Fluminense, no sábado, às 16 horas, no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O atleta já cumpriu esta partida de gancho, mesma sanção que foi aplicada nesta segunda ao atacante Paulo Sérgio, que também recebeu cartão vermelho após agredir o botafoguense no confronto de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Naquela ocasião, o jogador da equipe de Caxias do Sul deu um tapa no adversário, que revidou com um soco.

Essa confusão foi relatada na súmula do jogo pelo árbitro Flavio Rodrigues de Souza e a Procuradoria do STJD denunciou os dois atletas por agressão física. Eles foram enquadrados no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê pena mínima de quatro jogos de suspensão para este tipo de conduta irregular. Os auditores que julgaram os jogadores, porém, entenderam que houve apenas hostilidade entre eles e optaram pela aplicação da pena mínima de uma partida.

Por atrasar o reinício do confronto naquela ocasião, antes do início do segundo tempo, o Juventude também foi multado em R$ 500. A decisão cabe recurso.

O Botafogo vem de duas vitórias consecutivas no Brasileirão, sendo a última delas por 1 a 0 sobre o Fortaleza, no último domingo, no Engenhão, onde anteriormente derrotou o Bahia por 3 a 2, pela segunda rodada da competição. O elenco alvinegro folgou nesta segunda-feira e vai iniciar na tarde desta terça os treinos visando o clássico com o Fluminense. Sem jogos a disputar neste meio de semana, a equipe terá quatro dias de preparação para o duelo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora