Guardiola indica volta de De Bruyne e pede para City aproveitar grande chance

O retorno de Kevin de Bruyne pode ser a principal aposta do Manchester City para superar o Liverpool, nesta quinta-feira,…


O retorno de Kevin de Bruyne pode ser a principal aposta do Manchester City para superar o Liverpool, nesta quinta-feira, às 18 horas (de Brasília), pela 21ª rodada do Campeonato Inglês. Na véspera do confronto em Manchester, o técnico Pep Guardiola revelou que o meia belga participou do treinamento da equipe e agora será reavaliado para definir se terá condições de participar do decisivo duelo.

Por causa de uma lesão no joelho, De Bruyne desfalcou o Manchester City por seis semanas. O belga retornou ao time no meio de dezembro, mas voltou a preocupar a comissão técnica depois de ficar fora do triunfo sobre o Southampton no dia 30. “Ele treinou hoje. Mas amanhã precisamos de outra avaliação amanhã de manhã. Mas ele está bem melhor”, disse Guardiola.

Em momento irregular no Inglês, o Manchester City perdeu três das últimas cinco partidas que fez no torneio, algo que foi muito bem aproveitado pelo Liverpool, que manteve a invencibilidade na competição e abriu vantagem de sete pontos em relação ao seu próximo oponente – o Tottenham, que já atuou nesta rodada, está a seis pontos.

A desvantagem coloca o Manchester City sob pressão a vencer o Liverpool no Etihad Stadium para seguir em boas condições na briga pelo título inglês. Mas Guardiola prefere encarar o confronto como uma “grande oportunidade”, mesmo que tenha declarado mais uma vez que o adversário é o melhor time da Europa.

“Nossa realidade é clara. Estamos sete pontos atrás. É o segundo turno e tenho a sensação de que há uma grande oportunidade para reduzirmos a diferença. As pessoas estão perguntando o que faremos se perdermos, mas vamos tentar vencer o jogo, e ter uma chance de lutar pelo Campeonato Inglês”, disse.

Apesar da situação complicada na tabela de classificação, Guardiola também garantiu que não pretende realizar contratações na janela de transferências de janeiro para fortalecer o Manchester City na briga pelo título nacional, assegurando estar satisfeito com o elenco que está à disposição. “Essa é a terceira vez que eu respondo a essa pergunta. Talvez amanhã eu mude, mas hoje estou feliz com os jogadores que tenho”, concluiu.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!