Goleiro César diz não se incomodar com pressão: ‘Aqui é Flamengo, cobrança é bom’


O clima pesado pelo qual atravessa o time do Flamengo não incomoda o goleiro César. Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, o goleiro garantiu que o grupo rubro-negro está acostumado com a pressão e com as cobranças.

“Aqui é Flamengo, vai ter pressão, cobrança, e isso é bom. É o que eu quero e que todos querem, trabalhar em um grande clube e ter essa responsabilidade. É um privilégio”, disse o atleta, nesta tarde.

Nas vésperas de enfrentar o São Paulo, domingo, no Morumbi, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o goleiro vê mais problemas fora da Gávea. “Precisamos estar tranquilos para conseguirmos os resultados positivos. Muitas vezes vem um clima exagerado de fora. Mas aqui dentro, sinceramente, não vejo dessa forma. Todos sabem da responsabilidade, entendemos o desafio, que é grande. Existe uma cobrança interna entre nós, mas com consciência da responsabilidade que temos na Libertadores.”

Sobre a possibilidade do técnico Abel Braga escalar um time misto para o duelo em São Paulo, César mostra confiança no elenco rubro-negro. “Todo atleta vê como uma chance de defender o Flamengo. Quem for jogar, vai fazer o melhor para alcançar o resultado positivo. É uma oportunidade. Quando a equipe B foi solicitada, foi muito bem e deu o seu melhor.”

César prevê dois grandes resultados para o Flamengo, que depois do São Paulo, terá o jogo decisivo com o Peñarol, pela Libertadores, quando vai atuar por um empate em Montevidéu para garantir vaga nas oitavas de final. “Vamos sem dúvida brigar por esses três pontos. E lógico, depois temos um grande jogo na Libertadores, buscar essa classificação, que é o nosso objetivo principal.”

Durante o treino desta sexta-feira à tarde, Abel teve uma conversa de 20 minutos com o elenco antes dos trabalhos. O treinador trabalha sob forte pressão e corre o risco de ser demitido em caso de um mau resultado no Morumbi.

A novidade no treino foi a presença de Rodrigo Caio, após cinco dias em observação. O zagueiro sofreu um corte na boca, após um choque com o zagueiro Dedé, sábado, passado, na vitória sobre o Cruzeiro, no Maracanã. O jogador, que chegou a ir para o hospital, não joga diante do ex-clube, mas poderá ser relacionado para o duelo com o Peñarol, no Uruguai.

Já o atacante Vitinho, recuperado de gripe, treinou separado dos companheiros. O atacante é dúvida para a partida contra o São Paulo. Uribe e Berrío se recuperam de lesão, mas só o segundo deverá viajar para a capital paulista.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora