Fim de semana tem 15 convocados por Tite em campo e brilho de flamenguistas


Na sequência da convocação da seleção brasileira para seus primeiros jogos nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, anunciada pelo técnico Tite na última sexta-feira, 15 dos 24 atletas presentes na lista entraram em campo neste fim de semana. E dois flamenguistas foram os principais destaques entre os selecionáveis.

O meia Everton Ribeiro e o atacante Gabriel ampliaram a fase artilheira com os gols marcados na vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo, no Maracanã. O meio-campista chegou aos três gols anotados nas últimas duas partidas. Já o centroavante chegou aos dez em 2020, o que o deixa como artilheiro do futebol nacional nesta temporada.

Quem parece ter vivido o pior fim de semana entre os convocados foi Ederson. Afinal, o goleiro, favorito a ser titular nos compromissos contra Bolívia (dia 27) e Peru (dia 31), ainda mais que Alison está lesionado, falhou nos gols marcados pelo Manchester United no clássico contra a sua equipe, o City, que perdeu por 2 a 0.

Um dos jogadores convocados ainda deve atuar nesta segunda-feira, o goleiro Ivan, pois a Ponte Preta, o seu time, vai encarar o Red Bull Bragantino. Já dos outros oito atletas que não entraram em campo, apenas um não foi por lesão, opção para poupá-los, suspensão ou jogo adiado: o lateral-direito Danilo, que viu do banco o triunfo da Juventus por 2 a 0 sobre a Inter de Milão.

Confira como foi o desempenho dos jogadores convocados por Tite no fim de semana:

GOLEIROS
Ederson (Manchester City) – Falhou nos dois gols da sua equipe na derrota por 2 a 0 para o Manchester United em clássico válido pelo Campeonato Inglês.
Weverton (Palmeiras) – Foi pouco exigido no empate por 1 a 1 com a Ferroviária, não tendo o que fazer no gol da equipe de Araraquara.
Ivan (Ponte Preta) – Será titular no time que enfrenta o Red Bull Bragantino nesta segunda-feira.

LATERAIS
Danilo (Juventus) – Não deixou o banco de reservas na vitória por 2 a 0 sobre a Inter de Milão, resultado que recolocou a sua equipe na liderança do Campeonato Italiano.
Alex Sandro (Juventus) – Foi titular na vitória por 2 a 0 sobre a Inter de Milão, resultado que recolocou a sua equipe na liderança do Campeonato Italiano, sendo substituído aos 33 minutos do segundo tempo.
Daniel Alves (São Paulo) – Visando o próximo compromisso do São Paulo na Libertadores, foi poupado na partida contra o Botafogo de Ribeirão Preto.
Renan Lodi (Atlético de Madrid) – Suspenso, não pôde participar do empate com o Sevilla.

ZAGUEIROS
Marquinhos (Paris Saint-Germain) – A partida contra o Strasbourg foi adiada por causa do surto de coronavírus.
Thiago Silva (Paris Saint-Germain) – A partida contra o Strasbourg foi adiada por causa do surto de coronavírus.
Éder Militão (Real Madrid) – Sem os gripados Dani Carvajal e Nacho Fernández, foi a solução de emergência de Zidane para a lateral direita. Mas teve atuação irregular e cometeu erros na derrota por 2 a 1 para o Betis, que tirou o seu time da ponta do Espanhol.
Felipe (Atlético de Madrid) – Foi titular no empate com o Sevilla, no primeiro jogo sob o comando de Diego Simeone em que o Atlético de Madrid sofreu dois gols na etapa inicial em casa pelo Campeonato Espanhol.

MEIO-CAMPISTAS
Bruno Guimarães (Lyon) – Em seu quinto jogo pelo clube, foi titular e sofreu sua primeira derrota, tendo finalizado o lance mais perigoso do seu time na derrota por 1 a 0 para o Lille.
Éverton Ribeiro (Flamengo) – Marcou um dos gols do Flamengo na vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo, no sábado, além de ter sofrido um pênalti.
Casemiro (Real Madrid) – Foi titular na derrota por 2 a 1 para o Betis, que tirou o seu time da ponta do Espanhol.
Arthur (Barcelona) – Com lesão no tornozelo direito, não foi relacionado para o jogo contra a Real Sociedad e corre o risco de ser cortado por Tite.
Fabinho (Liverpool) – Foi titular na vitória sobre o Birmingham, mas não teve a atuação marcante, parecendo ainda não ter recuperado o nível de atuações que o tornou titular absoluto do time antes de se lesionar no fim de novembro.
Philippe Coutinho (Bayern de Munique) – Atuou como titular e foi substituído aos 40 minutos do segundo tempo da vitória por 2 a 0 sobre o Augsburg, resultado que fez o seu time disparar na liderança do Campeonato Alemão.

ATACANTES
Bruno Henrique (Flamengo) – Recém-recuperado de lesão, fez a sua volta ao time titular no triunfo por 3 a 0 sobre o Botafogo. Mas teve atuação apagada, sendo “ofuscado” por Michael.
Everton (Grêmio) – Com o Gre-Nal da Libertadores na mira, foi poupado na partida do Grêmio contra o Pelotas.
Gabriel Barbosa (Flamengo) – Marcou mais um gol, o décimo em nove partidas na temporada, mas desperdiçou duas vezes uma cobrança de pênalti, acertando o travessão em ambas, e ainda deu o passe para Michael marcar o seu. Ainda foi advertido com o cartão amarelo.
Gabriel Jesus (Manchester City) – Substituiu o argentino Agüero durante o segundo tempo do clássico contra o Manchester United, mas pouco conseguiu fazer para impedir a derrota por 2 a 0.
Richarlison (Everton) – Foi titular na dura derrota por 4 a 0 para o Chelsea, ainda que tenha criado o lance de maior perigo da sua equipe na goleada.
Neymar (Paris Saint-Germain) – A partida contra o Strasbourg foi adiada por causa do surto de coronavírus.
Roberto Firmino (Liverpool) – Atuou nos 90 minutos da vitória sobre o Bournemouth, resultado que deixa o time ainda mais perto da conquista do título inglês.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora