Filho do ídolo Aritana, Luis Gustavo segue os passos do pai

Luis Gustavo, ou Aritana filho, treina com o elenco principal do Rio Branco desde março


Vídeo:

Apesar de nunca ter atuado no time profissional do Rio Branco, o meia Luis Gustavo, de 17 anos, tem um apelido já conhecido pela torcida: Aritana. Ele herdou a alcunha de seu pai, Fábio Eduardo, o jogador que mais vezes vestiu a camisa do Tigre, no início dos anos 90.

Luis Gustavo, ou Aritana filho, treina com o elenco principal desde março. Nos coletivos, quando compõe a equipe reserva, ele costuma “quebrar galho” em posições que não têm dono. Canhoto, o meia joga principalmente na lateral direita, até porque o plantel necessita de peças nesse setor.

“É bom para mim, porque acho que, futuramente, posso exercer várias funções dentro de campo. E acho que vou poder utilizar isso no meu currículo como jogador”, disse o atleta, que tem recebido elogios do técnico Marcos Campangnollo. “É um garoto que eu confio muito”, afirmou o treinador.

Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
Luis Gustavo, de 17 anos, ganhou o mesmo apelido do pai, Aritana, que fez sucesso como jogador do Rio Branco

Mesmo desejado pelo comandante, Aritana não pode disputar o Paulista Sub-23 da Segunda Divisão. Ele é cria da base riobranquense, porém, no ano passado, teve uma passagem pela Ponte Preta, o que impede sua inscrição na lista B, composta por atletas da base. As inscrições para a lista A também estão fechadas.

Nesta terça-feira, em contato com a FPF (Federação Paulista de Futebol), o supervisor de futebol Benedito Aparecido Fusco, o Xororó, verificou se há como inscrever Aritana na competição. A entidade, no entanto, eliminou qualquer possibilidade.

Nascido em 2002, Luis Gustavo não pôde acompanhar a carreira de seu pai, que pendurou as chuteiras em 2001. “Todo mundo tem um carinho por ele. E acho que isso me mostra a grandiosidade que ele teve”, declarou.

Fábio Eduardo, ou Aritana pai, defendeu o Rio Branco em duas oportunidades, de 1991 a 1994 e de 1996 a 1997, e soma 187 partidas pelo clube. Ele é atleta que mais jogou pelo time americanense. Agora, ele fica na torcida pelo sucesso do filho. “Espero que ele seja melhor do que eu”, comentou o ex-meia, hoje com 52 anos.

Fábio Eduardo ganhou seu apelido devido à semelhança com o personagem Aritana, da novela de mesmo nome entre 1978 e 1979, pela extinta TV Tupi. Ele era interpretado pelo ator Carlos Alberto Riccelli.

A alcunha se estendeu para Luis Gustavo quando ele estava no Unidos da Cordenonsi. Quem começou a chamá-lo de Aritana foi o técnico do time, Cláudio de Oliveira Pinto, o Repiado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora