Ex-técnico do União, Oscar Amaro morre aos 74 anos

Além do Leão da 13, ele também comandou equipes como o Radium de Mococa e o Bragantino


O ex-técnico do União Barbarense Oscar Amaro morreu na última sexta-feira (30), em São Paulo, aos 74 anos. O ex-treinador e ex-jogador deixa esposa e duas filhas. Atualmente, ele morava no bairro da Mooca, zona leste da capital.

Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
Oscar Amaro tinha 74 anos e morava na capital paulista

De acordo com o site Terceiro Tempo, Oscar nasceu em Jaguarão, na divisa do Brasil com o Uruguai, no dia 17 de março de 1945. Ele a carreira no time da cidade, mas logo foi para os juniores do Grêmio. Durante a carreira, jogou em vários times do Rio Grande do Sul, até se transferir, em 1969, para o Juventus.

Amaro também defendeu algumas equipes do interior e litoral de São Paulo, como Rio Preto, Portuguesa Santista e Taubaté onde encerrou a carreira de jogador e começou a de treinador, já em 1979.

O auge da carreira como técnico foi quando ele passou a treinar a equipe de Brunei, na Ásia, em 1985. No Brasil, trabalhou em inúmeros times, tais como: Radium de Mococa, Bragantino, Paulista de Jundiaí, Anapolina (GO), União Barbarense e Taquaritinga. Ele havia largado a profissão em 1998.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora